Repositório Digital

A- A A+

Estudo da comunidade de peixes do Arroio Taquarembó, fase pré-barramento, região hidrográfica do Rio Uruguai, sul do Brasil

.

Estudo da comunidade de peixes do Arroio Taquarembó, fase pré-barramento, região hidrográfica do Rio Uruguai, sul do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo da comunidade de peixes do Arroio Taquarembó, fase pré-barramento, região hidrográfica do Rio Uruguai, sul do Brasil
Autor Machado, Carlos Eduardo Brochado
Orientador Fialho, Clarice Bernhardt
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal.
Assunto Diversidade animal
Ictiofauna
Peixes
Taquarembó, Arroio (RS)
Resumo Este trabalho teve como principais objetivos conhecer a composição quali-quantitativa da ictiofauna do arroio Taquarembó através da freqüência de ocorrência e abundância relativa das espécies numa escala espaço-temporal; analisar a diversidade de espécies de peixes do ambiente no que diz respeito à riqueza, dominância e equitabilidade; conhecer a similaridade da ictiofauna em diferentes trechos do arroio Taquarembó, avaliando o grau de substituição de espécies em um gradiente espacial e reconhecer possíveis relações entre os fatores ambientais como: fotoperíodo, pluviosidade, temperatura da água, condutividade e concentração de oxigênio dissolvido na água com a estrutura da comunidade de peixes. Este estudo foi realizado no Arroio Taquarembó, afluente da margem direita do rio Santa Maria, que faz parte da bacia do rio Ibicuí, que por sua vez pertence ao sistema hidrográfico do rio Uruguai. O estudo foi desenvolvido em três pontos sendo dois na área do futuro reservatório, e um à jusante da área prevista para o barramento. Foram realizadas 13 amostragens no arroio Taquarembó, no período entre junho de 2006 e julho de 2007. Ao total foram coletadas 85 espécies de peixes, pertencentes a 8 ordens e 23 famílias. Destas 85 espécies, 33 (38,82%) foram consideradas constantes, 13 (15,29%) foram acessórias e 39 (45,88%) acidentais. Foram coletados 21.125 espécimes e a biomassa total obtida foi de aproximadamente 195kg de peixes. Os Characiformes e Siluriformes foram os principais grupos formadores da ictiofauna do arroio Taquarembó com 41,17% e 40% respectivamente. Outro grupo importante na caracterização sistemática da comunidade foi a família Cichlidae de Perciformes com 11,74% das espécies. As espécies constantes mais importantes em termos de abundância numérica foram: Heterocheirodon yatai; Characidae Gênero novo espécie nova; Bryconamericus iheringii; Diapoma terofali; Cyanocharax alegretensis; Gymnogeophagus gymnogenys; Pachyurus bonariensis; Cyphocharax voga; Gymnogeophagus rhabdotus; Loricariichthys anus; Astyanax jacuhiensis; Steindachnerina brevipinna; Acestrorhynchus pantaneiro e Hypostomus commersoni. As espécies constantes mais importantes em termos de biomassa foram: Loricariichthys anus; H. commersoni; Hoplias lacerdae; P. bonariensis; A. pantaneiro; Schizodon nasutus; Apareiodon affinnis; Astyanax aff. fasciatus; B. iheringii; Crenicichla scottii; C. voga; H. yatai; Iheringichthys labrosus; Oligosarcus oligolepis; Pimelodus maculatus; Serrasalmus maculatus e S. brevipinna. Os métodos de captura ativa foram mais relevantes em relação à abundância numérica enquanto que as redes de espera foram mais importantes para o item biomassa. O índice de diversidade foi mais destacado quando calculado para biomassa. Os pontos amostrais apresentaram baixa similaridade quanto à abundância e apenas 20 espécies foram comuns aos três pontos. Com o aumento da complexidade do ambiente houve considerável aporte de espécies no sentido montante - jusante.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/17819
Arquivos Descrição Formato
000719809.pdf (2.571Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.