Repositório Digital

A- A A+

Medição de resultados na Caixa Econômica Federal : um estudo do atual modelo de gestão da performance da rede negocial

.

Medição de resultados na Caixa Econômica Federal : um estudo do atual modelo de gestão da performance da rede negocial

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Medição de resultados na Caixa Econômica Federal : um estudo do atual modelo de gestão da performance da rede negocial
Autor Chiappin, Carlos Augusto Menegassi
Orientador Rhoden, Marisa Ignez dos Santos
Data 2008
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Administração: Área Finanças.
Assunto Avaliação de desempenho
Balanced scorecard
Finanças
Performance
Resumo Em julho de 2007, a Caixa Econômica Federal implantou um modelo de gestão e avaliação de sua rede negocial, tendo como principal objetivo a melhoria dos resultados e eficiência operacional. O modelo em questão foi idealizado e desenvolvido seguindo as premissas da metodologia Balanced Scorecard (BSC) e sustentado por um sistema de gestão e mensuração de resultados. Para tanto foram desenvolvidos objetivos e indicadores de desempenho distribuídos em sete perspectivas de avaliação: Clientes, Financeira, Negócios Pessoa Física, Negócios Pessoa Jurídica, Processos, Pessoas e Socioambiental. Todavia, muitos destes indicadores, em especial os que refletem o desempenho econômico-financeiro da organização, são compostos por uma série de itens de meta associados a produtos bancários, criando na organização uma cultura e conseqüente atuação focada na venda destes produtos. Assim, o objetivo deste estudo foi descrever e analisar o atual modelo de avaliação de performance e gestão da rede negocial da CAIXA, verificando a possível aderência deste ao planejamento estratégico da organização, bem como a coerência entre os indicadores de desempenho e perspectivas de avaliação adotadas. Para tanto, foram levantadas informações da empresa através de pesquisas em manuais normativos internos, websites das áreas envolvidas e sistemas corporativos. Após, fez-se uma análise do modelo em vigor, confrontando seus conceitos e características com os fundamentos teóricos abordados neste trabalho, em especial a metodologia BSC proposta por Kaplan e Norton. Por fim pôde-se identificar inconsistências nas perspectivas de avaliação e indicadores adotados pela CAIXA, sendo propostas adequações ao modelo vigente.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/18127
Arquivos Descrição Formato
000686740.pdf (5.772Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.