Repositório Digital

A- A A+

As relações de reciprocidade e redes de cooperação no desempenho socioeconômico da agricultura familiar : o caso dos produtores de leite do município de Sete de Setembro/RS

.

As relações de reciprocidade e redes de cooperação no desempenho socioeconômico da agricultura familiar : o caso dos produtores de leite do município de Sete de Setembro/RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As relações de reciprocidade e redes de cooperação no desempenho socioeconômico da agricultura familiar : o caso dos produtores de leite do município de Sete de Setembro/RS
Autor Tesche, Rubens Wladimir
Orientador Machado, Joao Armando Dessimon
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Agricultores
Agricultura familiar
Comercialização
Cooperação agrícola
Leite
Sete de Setembro (RS)
[en] Cooperation networks
[en] Milk producers
[en] Reciprocity
Resumo Neste trabalho procura-se compreender a agricultura familiar brasileira (incluindo as famílias produtoras de leite do município de Sete de Setembro, na região Missões do Rio Grande do Sul) a partir das suas relações socioeconômicas endógenas e exógenas. Da análise das relações endógenas vem a compreensão da lógica econômica da unidade familiar agrícola, que é produzir o necessário para o auto-sustento com adequado uso da mão-de-obra familiar disponível (característica dos antigos camponeses ainda presente, mesmo que parcialmente modificada). A partir das relações exógenas dos agricultores familiares se compreende diversos costumes, tradições, culturas e simbolismos presentes nas suas relações sociais, incluindo as relações de reciprocidade, ao mesmo tempo em que se entende como e porque se transformam em agricultores integrados ao mercado e aos complexos agro-industriais. Assim, esta pesquisa demonstra a integração mercantil dos produtores de leite e confronto com o oligopsônio das indústrias de laticínio, que detém o poder de definição do preço do produto. Objetivando contrabalançar este poder, os produtores se organizam em redes de comercialização, aumentando sua capacidade de reivindicação por melhor preço e condições de produção. A compreensão desse processo de organização dos produtores em grupos informais ou formais envidou esforços desse estudo, formulando sua problematização investigatória e seus objetivos, a fim de compreender como se formam essas redes de cooperação e porque elas se formam entre tais produtores e não entre outros, além de verificar se essa organização oportuniza obter um melhor desempenho socioeconômico. As contribuições teórica da sociologia, economia e antropologia sobre a noção de reciprocidade mostram-se importantes para elucidar como as relações de reciprocidade produzem valores humanos de confiança e solidariedade, cimentando as relações sociais formadas nas redes de cooperação, como os grupos e condomínios de produtores de leite. Utilizou-se a abordagem metodológica do estudo de caso, que permitiu realizar métodos quantitativos e qualitativos, por meio de entrevistas e coleta de dados primários junto às famílias produtoras de leite. Também se utilizou pesquisa de dados secundários. Os resultados levam a conclusão de que as redes de cooperação formadas entre produtores de leite são geradas a partir de relações de trabalho e das relações sociais de reciprocidade, cabendo à dádiva (dar, receber e retribuir) um papel importante na formação de confiança entre eles, e assim obterem bons resultados dos indicadores sociais e econômicos.
Abstract The present work tries to understand the Brazilian familiar agriculture (including the milk producer families in the city of Sete de Setembro, region of the Missions, state of Rio Grande do Sul) from the internal and external socio-economical relations. From the analysis of internal relations comes the comprehension of economic logic of the family of rural workers in producing only the necessary for their self-support with adequate use of available familiar labour (such characteristics are still present, although partially modified). The external relations of the rural workers are comprised of several traditions, culture and symbolism which are present on social relations in the family including the reciprocity relations and, at the same time, it is understood how and why the latter changes in rural workers integrated to the market and the agro-industrial complexes. Thus, this research shows the merchant integration of milk producers and the confrontation with the oligopsonies of dairy products, which have the power to dictate the price of products. In order to balance this power, the producers organize themselves into joint network trades in order to increase their bargain capabilities, better price and product conditions. The comprehension of the process of organization in formal and informal exerted the efforts of this study formulating its investigatory problem and its aims, in order to understand how these cooperation networks are formed and why they are formed amongst such producers and not amongst others. Besides, it may be verified whether this organization gives opportunities to obtain a better socioeconomical performance. The theoretical contributions about the reciprocity of sociology, economy and anthropology about the notion of reciprocity are important to show how social relations of reciprocity produce human values of trust and camaraderie, bonding the social relations formed from the cooperation network such as groups and condominium of milk producers. The research was a methodological study of case, where qualitative and quantitative methods were used through interviews and primary data collection with the families. It was also utilized the research of secondary data. The results led to the conclusion that the cooperation networks formed amongst milk producers are generated from the work and social relations of reciprocity, where the main concepts (giving, receiving and repaying) play an important role on trust formation amongst them and thus, get better results of the social and economical results.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18305
Arquivos Descrição Formato
000718208.pdf (809.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.