Repositório Digital

A- A A+

O talian entre o italiano-padrão e o português brasileiro : manutenção e substituição linguística no Alto Uruguai gaúcho

.

O talian entre o italiano-padrão e o português brasileiro : manutenção e substituição linguística no Alto Uruguai gaúcho

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O talian entre o italiano-padrão e o português brasileiro : manutenção e substituição linguística no Alto Uruguai gaúcho
Autor Pertile, Marley Terezinha
Orientador Altenhofen, Cleo Vilson
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Alto Uruguai, Região (RS)
Aquisição da linguagem
Bilingüismo
Contato lingüístico
Linguagem e línguas
Língua italiana
Línguas de imigração
Línguas em contato
Lingüística aplicada
[en] Language of immigration
[en] Language shift
[en] Linguistic contact
[en] Linguistic maintenance and replacement
[en] Talian
[it] Contato linguìstico
[it] Language shift
[it] Lìngua de imigrassion
[it] Manutenssion e sustituission linguìstica
[it] Talian
Resumo Esta Tese se desenvolve no âmbito de pesquisas sobre "bilinguismo e línguas em contato", referente ao tema "manutenção e substituição do talian na região do Alto Uruguai Gaúcho". Constitui-se em um estudo de caráter etnogeossociolinguístico, macroanalítico, envolvendo diferentes pontos de uma área geográfica significativa de confluência de duas variáveis - o português e as diferentes variedades dialetais provenientes da língua italiana. Como objetivos gerais, pretende: a) determinar os fatores mais relevantes e a proporção em que contribuíram para o fomento ou a substituição da língua originária de fora do país e que, no novo meio, compartilha traços de língua minoritária, seja pelo próprio contato das diferentes variantes da língua italiana entre si, seja pelo contato com a língua majoritária do novo país; b) contribuir para uma revisão do conceito de substituição e morte linguística como algo que se dá sincrônica e diacronicamente, na forma de um processo natural e irreversível, ampliando o conhecimento sobre o fenômeno da existência e permanência das línguas, bem como sobre o funcionamento e o entrelaçamento de sistemas linguísticos empregados por bilíngues; c) aportar, pelo resultado do estudo, possibilidades de implantação e implementação de uma política linguística voltada às necessidades da região. O enfoque volta-se para políticas de fomento linguístico dirigidas às minorias e não mais somente para a manutenção ou perda. O estudo segue a linha da metodologia dialetológica pluridimensional e relacional, que combina a dialetologia areal com a sociolinguística, através da qual se verifica em que pontos e em que dimensões e parâmetros o fenômeno em questão está ocorrendo, focalizando as suas interrelações no espaço. Mesmo nos estudos geolinguísticos, pouco se tem explorado temas dessa natureza. Neste sentido, o presente estudo distingue-se dos demais enfoques sobre language shift, geralmente monopontuais, centrados em uma comunidade bilíngue, ao comparar contextos diferentes e fatores condicionadores diversos em uma rede de pontos, mesmo que em número de apenas quatro. A coleta de dados nessas localidades incluiu as etapas de pesquisa dos aspectos históricos, estatísticos e demográficos e as entrevistas semidirigidas com simultaneidade de informantes. A partir da análise qualitativa das entrevistas semidirigidas e da quantificação dos dados das amostras estatísticas, os resultados identificaram diferentes fatores de manutenção e perda da língua de imigração. Houve perda significativa do talian que está vinculada a fatores como a política de repressão do Estado; ao papel da escola como instituição pública vinculadora de um ensino monolingualizador e monovarietal realizado somente através do uso do português; ao desprezo ou ausência de suporte institucional e ao grau de urbanização aliado à falta de uma conscientização linguística sobre os benefícios do bilinguismo e o uso e manutenção da língua de origem. Por outro lado, também se verifica que os fatores que mantêm o talian estão ligados, em maior força, à transmissão intergeracional e à concentração demográfica do grupo de fala (homogeneidade étnica). Também estão em destaque as atitudes positivas dos falantes em relação à língua de origem e o estado de isolamento das comunidades.
Abstract This Thesis is part of a group of researches on "bilingualism and languages in contact", related to the theme "maintenance and replacement of the talian in the Alto Uruguai Gaúcho region". It is a study with an ethnogeossociolinguistic, macro-analytic character, which includes different locations from a significant geographical area of the confluence of two variables - the Portuguese and the different dialects from the Italian language. Our general goals are: a) to determine the most important facts and their contribution to the promotion or replacement of the language from outside the country, which in the new environment shares traits of a minority language, either by the contact with different variants of the Italian language among themselves, or by the contact with the majority language of the new country; b) to contribute to the review of the replacement concept and linguistic death as something that occurs synchronic and diachronically as a natural and irreversible process, expanding the knowledge on the language existence and permanence phenomenon, as well as on the operation and intertwining of the linguistic systems employed by bilinguals; c) to point out, through the results of the study, possibilities of establishing and implementing a language policy geared to the needs of the region. The focus emphasizes the policies to encourage language targeted for minorities rather than for the maintenance and loss. The study follows the line of multidimensional and relational dialectology methodology, which combines the areal dialectology with the sociolinguistics, through which it can be checked in which points, dimensions and parameters the phenomenon in question is occurring, focusing on their interrelationships in space. Even in the geolinguistic studies, these themes have not been much exploited. Thus, this study differs from other approaches about language shift, which are generally monopontuals, and centered on a bilingual community, since it compares different contexts and diverse conditioning factors in a network of points, even though in the reduced number of four. The data collected in these communities included the stages of research of historical, statistical and demographic and semi-directed interviews with simultaneity of informants. From the qualitative analysis of the semi-directed interviews and the quantification of the data of statistical samples, the results showed different factors of maintenance and loss of the language of immigration. There was a significant loss of the talian that is linked to factors such as the policy of repression of the State; to the role of the school as a public institution in charge of a monolingual and monovarietal teaching achieved exclusively through the use of the Portuguese; to disregard or lack of institutional support and the degree of urbanization combined with the lack of linguistic awareness about the benefits of bilingualism, and the use and maintenance of the language of origin. On the other hand, it is also observed that the factors that maintain the talian are more strongly linked to the intergenerational transmission and demographic concentration of the speech group (ethnic homogeneity). Moreover, the positive attitudes of speakers in relation to the language of origin and the state of isolation of communities are highlighted.
Riassunto Questa Tese la se fundamenta ntel àmbito dele risserche a rispeto del "bilinguismo e lìngue in contato" riferente al tema "manutenssion e sustituission del Talian ntea region de Alto Uruguai Gaucho". Versa sora el stùdio de caràter etnogeossossialinguìstico, macroanalìtico abrangendo diferenti posti de na àrea geogràfica significativa de due variante: el portoghese e i diversi dialeti resultanti dal so mescolamento con la lìngua italiana. Come ogetivi genèrichi la tese la ogetiva: a) Stabilir le cause pi relevante e la proporcionalità del so contributo ntel fomento e scambiamento dea lìngua orignària fora dal paese dea lìngua materna e che, ntel novo ambiente, la compartisse segnai de língua minoritària, sia par el pròpio contato dele diferense variante dea lìngua intrà de si stesso, sia par el vero contato con la lìngua magioritària del novo paese. b) Dar el so contributo par na revision del conceto sostitutivo e mortal linguìstico come um fato che sucede, sincrònica e diacronicamene sora el fenòmeno dea esistensa e permanensa dele lìngue, sicome sora el fonsionamento e la ligassion ntrà i sitema linguìstichi doperadi par i bilìngüe. c) Come resultante del studio prevede svèrdere le posssibilità de impianto de na política linguìstica par sodisfar le necessità dea region. El scopo el questiona polìtiche de fomento linguìstico indiressade a le minorie parlante e nó solamente par la manutenssion o pèrdita. El stùdio el camina in diression a la metodologia dialetològica pluridimensional e relassional che la combina la dialetologia del posto a la sossiolinguìstica par meso dea qual se constata in che punto e in che dimension el fenòmeno in question el se sucede, focalisando le sue interrelassion ntel so spassio. Próprio anca ntei stùdi geolinguìstichi poco se gà verificà sora i temi de questa natura. In questo senso, el presente stùdio se difere de altri aspeti sora language shift in general monopontual sentralisada nte na comunità bilìngue, quando se compara contesti diferenti e fatori condissionanti deversi nte na scala de punti, seanca che de nùmero un a quatro. La racolta de informassion in queste località se distende a la etapa de risserca dei aspeti istòrichi, statìstichi e demogràfichi e le interviste semidiretive con simultanietà de informanti. Scominsiando con la anàlise qualitativa dele interviste semidiressionade e dea quantificassion dei apuntamenti dele amostre statìstiche se riva a la identificassion dei fatori de manutenssion e pèrdita dea lìngua de imigrassion. Ga sucedesto na pérdita significativa del talian che la se vincula a fatori come la polìtica de represssion del Stato; a la funsion dea scola come instituission pùblica vinculadora de un insegno monolinguisante e monovarietàbile, fato solamente par meso dea utilisassion del portoghese; anca a la repulsa o mancansa del suporto institussional e al grado de urbanisassion insiemà a la mancansa de consientisassion linguìstica a rispeto del benefìssio del bilingüismo e del doparamento, manutenssion e svolgimento dea lìngua orignària. De altra sorte, vedemo chei fatori che mantien el talian i deventa unidi, con la maniere pi forte a la transmission intergenerassional e a la consentrassion demográfica del grupo de parlanti (omogeneità ètnica). Anca, convien distacar le atitùdine positive dei parlanti, in relación a la lìngua de origine e a la condission de isolamento dele comunità.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/18345
Arquivos Descrição Formato
000725735.pdf (4.232Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.