Repositório Digital

A- A A+

"Eu não sou pedra para sempre" : cosmopolítica e espaço kaingang no sul do Brasil meridional

.

"Eu não sou pedra para sempre" : cosmopolítica e espaço kaingang no sul do Brasil meridional

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título "Eu não sou pedra para sempre" : cosmopolítica e espaço kaingang no sul do Brasil meridional
Autor Saldanha, José Rodrigo Pereira
Orientador Maciel, Maria Eunice de Souza
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social.
Assunto Antropologia social
Cosmopolítica
Cultura indígena
Etnicidade
Etnografia
História de vida
Índios kaingang
Luta pela terra
Luta social
Memória
Osso, Morro do (Porto Alegre, RS)
Trajetorias de vida
[en] Ethnocide
[en] Imaginative horizons
[en] Kaingang cosmopolitics
[en] Neocolonialism
[en] Situations
[en] Territorialities
[en] War
Resumo Este empenho dissertativo objetiva apresentar elementos etnográficos e de análise etnológica e antropológica acerca de substâncias cosmopolíticas e de espaço a respeito de interlocutores kaingang no Sul do Brasil Meridional. A partir de uma etnografia de "pontos-fronteiras", as percepções contemplam também uma reflexão quanto a elementos diacríticos não-indígenas presente na conjuntura das situações de contato entre kaingang e não-kaingang, ou não-indígenas. Esses elementos referem-se, principalmente, às constituições de horizontes imaginativos não-indígenas etnocidas a partir de perspectivas neocoloniais. A partir deste modelo narrativo, buscou-se mapear as espacialidades e territorialidades de uma ambiência kaingang entre elementos de uma guerra relacional e de agências cosmopolíticas no limiar de "mundos kaingang" e "mundos não-kaingang", ou "não-indígenas".
Abstract This dissertation aims to show ethnographic elements as well as ethnological and anthropological analysis about spatial and cosmopolitics substances concerning to kaingang speakers in the South of Southern Brazil (Brasil Meridional). Starting from ethnography of "frontiers-points", these perceptions also contemplates a reflection as regards of diacritics non-indigenous elements presents in the contact standings situations between kaingangs and non-kaingangs, or non-indigenous. These elements concerns, principally, about the constitutions of ethnocide non-indigenous imaginative horizons since neocolonial perspectives. This narrative model is looking to map the spatialities and territorialities of one environmence kaingangs between elements of one symbolic war and of cosmopolitics agencies in the threshold of "kaingangs worlds" and "non-kaingang worlds", or "non-indigenous".
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18408
Arquivos Descrição Formato
000727115.pdf (4.203Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.