Repositório Digital

A- A A+

O ethos do professor de língua portuguesa na escrita diarista de alunas estagiárias

.

O ethos do professor de língua portuguesa na escrita diarista de alunas estagiárias

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O ethos do professor de língua portuguesa na escrita diarista de alunas estagiárias
Autor Ferreira, Luciane Todeschini
Orientador Guedes, Paulo Coimbra
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Ensino
Estágio curricular
Língua portuguesa
Professor de língua portuguesa
Sala de aula
Universidade de Caxias do Sul.
Resumo A presente investigação tem por objetivo apresentar, num estudo longitudinal, realizado, junto às alunas estagiárias do Curso de Licenciatura em Letras da Universidade de Caxias do Sul, o ethos (re) velado sobre o ser professor de língua portuguesa. Durante as três disciplinas de Prática de Ensino e Estágio Supervisionado (PEES I, PEES II e PEES III), as estagiárias produziram diários de leituras (Machado, 1998) e diários de aulas (Pórlan (2000) e Zabalza (2004)). Para a análise, a seleção dos diários produzidos por quatro alunas (duas já professoras da rede municipal de ensino) e duas sem quaisquer experiências no magistério. Na análise das escritas, dois movimentos, na e pela escrita, se fazem perceptíveis: o de aproximação a um ethos institucional, sobre o qual as estagiárias tentam colar a imagem (visto ter prestígio, pelo menos no meio acadêmico), e o de afastamento de um ethos prévio (por estarem relacionados, geralmente, a imagens estereotipadas e negativas da profissão). As imagens perpetuaram-se ao longo dos semestres, sendo reveladas, nos diários, tanto pelo trabalho prescrito quanto pelo trabalho realizado. E nos ethe, a figura do professor amigo convive com a do professor ralador. O ethos moralista, presente em muitos momentos, também circula junto ao ethos autoritário e ao ethos comprometimento. Porém, reflexões sobre o ensino de língua portuguesa, objeto de ensino por excelência de qualquer professor que se licencia em Letras, não são significativas, ou melhor dizendo, não há um registro sistemático de reflexões sobre o objeto de ensino, e sim, quase tão somente, sobre a imagem do professor. O foco dos diários não é o estudo da língua, já que a mesma fica perdida entre imagens. Ao final, entre indagações, a certeza de que os cursos que trabalham com a formação de professores, em especial, com a formação de professores de língua portuguesa, necessitam promover uma séria e contínua reflexão sobre as imagens que continuamente embalam a formação docente, já que, não raro, acabam elas a se sobrepor à formação teórica específica. Entre imagens, o professor desaparece, desaparecendo, assim, nos cursos de licenciatura, a possibilidade de se pensar professor de língua.
Abstract This research aims at presenting, in a longitudinal study, performed in collaboration with trainees from the Letters Course at Universidade de Caxias do Sul, the ethos revealed in relation to being a Portuguese language teacher. Throughout the three subjects of Practical Teaching and the Supervised Training Period (In-service training) (PEES I, PEES II, and PEES III), the trainees wrote reading diaries (Machado, 1998) and class diaries (Pórlan (2000) e Zabalza (2004)). For the analysis, diaries written by four students (two already teachers in the municipal educational system) and two without any experience in teaching were selected. In the analysis of the writing, it was found that two movements, one in the writing and one for the writing were perceptible: of an approximation to an institutional ethos, to which the trainees try to fix an image (seen as prestigious, at least by the academy), and of separation from a previous ethos (as being related, generally to stereotyped and negative images of the profession). The images perpetuated themselves throughout the semesters in the diaries, in the set work as well as in the work done. And in the ethos, the figure of a friendly teacher lives together with that of a strict one. The moralist ethos, present in many movements, also circulates together with the authoritative ethos and the behavioral ethos. However, thoughts about the teaching of Portuguese, the object of teaching of any teacher that is graduated in Letters are not significant, that is, there is no systematic register of reflections on the object of teaching, but only on the image of the teacher. The focus of the diaries is not the study of language, as it is forgotten amongst the images. At the end, among the inquiries, there is the certainty that the courses that work with teacher development in Portuguese language, need to promote a serious and continual reflection about the images that continually rock teacher development, as, not rarely, they end up taking the place of specific theoretic development. Amongst the images, the teacher disappears, and with this the possibility of thinking about the language teacher in Letters' courses also disappears.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/18444
Arquivos Descrição Formato
000729262.pdf (2.001Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.