Repositório Digital

A- A A+

Redes de co-autoria científica no Programa de Pós-Graduação em Geociências da UFRGS

.

Redes de co-autoria científica no Programa de Pós-Graduação em Geociências da UFRGS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Redes de co-autoria científica no Programa de Pós-Graduação em Geociências da UFRGS
Autor Lima, Maycke Young
Orientador Corrêa, Maíra Baumgarten
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia.
Assunto Análise de redes sociais
Co-autoria científica
Conhecimento científico
Grupos de pesquisa
Pesquisadores
Produção do conhecimento
Sociologia do conhecimento
Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
[en] Geosciences
[en] Scientific co-authorship
[en] Scientific knowledge production
[en] Social network analysis
[en] Sociology
Resumo Nesta dissertação realizou-se o estudo das redes de colaboração científica formadas a partir de um grupo de pesquisadores ligados ao Programa de Pós-Graduação em Geociências da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGGeo/UFRGS), com base na abordagem teórico-metodológica conhecida como análise de redes sociais (ARS), dialogando com alguns conceitos oriundos da Teoria da Prática de Pierre Bourdieu, focando a identificação, caracterização e evolução estrutural das redes de co-autoria científica. A análise de redes sociais nesse contexto pode contribuir significativamente enquanto geradora de subsídios para a gestão de ciência e tecnologia na área, ressaltando o importante papel dos pesquisadores vinculados ao PPGGeo/UFRGS na ampliação da capacidade de produção e comunicação do conhecimento científico na área e/ou na região sul. Além disso, esta pesquisa em particular contribui para o campo da Sociologia com a exploração da perspectiva teórico-metodológica da ARS no contexto da análise das redes de colaboração científica. Buscou-se responder a seguinte questão de pesquisa: quais são os elementos que influenciam a evolução estrutural das redes sociais de co-autoria científica entre os pesquisadores vinculados ao PPGGeo/UFRGS no período de 1998-2006? Para respondê-la, foram construídas três redes de co-autoria com base nos dados oriundos dos Cadernos de Indicadores da CAPES referentes aos intervalos de 1998-2000, 2001-2003 e 2004-2006. Foram utilizados os softwares NVIVO e UCINET. Assumiu-se que o grupo dos docentes fosse dominante nas redes de co-autoria e foram considerados como atributos os números de vínculos dos docentes às linhas, projetos e grupos de pesquisa. Como hipótese, colocou-se que quanto maior fosse o número de vínculos a diferentes grupos de pesquisa, mais privilegiada seria a posição do ator na rede e essa posição tenderia a ser mantida ao longo dos anos. Os resultados obtidos caracterizaram a estrutura das redes, comparando-as com foco em sua conectividade e centralidade. A rede de 1998-2000 contou com 524 atores e 11.296 laços; a rede de 2001-2003 apresentou 576 atores e 14.674 laços, enquanto a rede de 2004-2006 apresentou 741 atores e 14.188 laços. Verificou-se que o conjunto dos atores centrais/dominantes nas redes é formado majoritariamente pelos docentes e, em geral, esse conjunto tende a se manter em destaque ao longo dos anos; verificou-se também que há uma reincidência de parcerias na produção do conhecimento científico nas três redes, culminando em uma reprodução social da estrutura da rede de co-autoria. A hipótese do estudo foi refutada, indicando que embora exista uma correlação positiva e significante entre os três atributos e as medidas de centralidade, que representam a estrutura da rede, o grau de correlação entre o atributo "grupos de pesquisa" e as medidas de centralidade não obteve destaque em relação à correlação entre os atributos "linhas de pesquisa", "projetos de pesquisa" e as medidas de centralidade em nenhum dos períodos analisados. Concluiu-se que todos os atributos analisados (grupos, linhas e projetos de pesquisa) influenciam na evolução estrutural das redes sociais de co-autoria científica do PPGGeo/UFRGS no período de 1998 a 2006, mas as linhas e projetos possuem maior influência do que os grupos de pesquisa.
Abstract In this dissertation it was studied the scientific collaboration networks formed from a group of researchers linked to the Programa de Pós-Graduação em Geociências da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGGeo/UFRGS), based on a theoretical and methodological approach known as social network analysis (SNA), considering some concepts from the Pierre Bourdieu's Theory of Practice, and focusing on the identification, characterization and the structural evolution of scientific co-authorship networks. The analysis of social networks in this context can contribute significantly as a generator of data for the science and technology management in the area, emphasizing the important role of the researchers related to PPGGeo/UFRGS in the expansion of production and communication of the scientific knowledge capacity in the area and/or in the southern region. Furthermore, this research in particular contributes to the field of Sociology with the exploration of the theoretical and methodological perspective of SNA in the analysis of scientific collaboration networks. It was sought to answer the following research question: what are the factors that influence the structural development of the social networks of scientific co-authorship among researchers linked to the PPGGeo/UFRGS in the period from 1998-2006? To answer it, we built three coauthorship networks based on data from the CAPES' Cadernos de Indicadores related to the intervals 1998-2000, 2001-2003 and 2004-2006. It was used the software NVIVO and UCINET. It was assumed that the group of professors was dominant in the co-authorship networks and the attributes considered in the research were the numbers of links of the professors to the research lines, projects and groups. As hypothesis, it was said that the greater the number of links to different research groups, the more privileged would be the actor's position in the network and this position tended to be maintained over the years. The results characterized the structure of the networks, comparing them, focusing on their connectivity and centrality. The network of 1998-2000 had 524 actors and 11.296 links; the network of 2001-2003 had 576 actors and 14.674 links, while the network of 2004-2006 had 741 actors and 14.188 links. It was found that the central/dominant group of actors in the networks is formed mainly by professors and, in general, this group tends to remain in the central/dominant positions over the years; it was also found that there are partnerships recurrences in the scientific knowledge production in the three networks, culminating in a social reproduction of the co-authorship network structure. The hypothesis of the study was rejected, indicating that although there is a positive and significant correlation between the three attributes and the measures of centrality, which represent the structure of the network, the degree of correlation between the attribute "research groups" and the measures of centrality received less emphasis in relation to the correlation between the attributes "research lines", "research projects" and the measures of centrality in all the periods analyzed. It was concluded that all the examined attributes (research groups, projects and lines) influence on the structural development of the social networks of scientific co-authorship of the PPGGeo/UFRGS in the period from 1998 to 2006, but the research lines and projects have more influence than the research groups.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18450
Arquivos Descrição Formato
000729292.pdf (1.355Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.