Repositório Digital

A- A A+

A família gênica do fator transcricional E2F e as respostas ao dano de DNA em plantas

.

A família gênica do fator transcricional E2F e as respostas ao dano de DNA em plantas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A família gênica do fator transcricional E2F e as respostas ao dano de DNA em plantas
Autor Rauber, Rafael
Orientador Margis-Pinheiro, Márcia
Co-orientador Caverzan, Andréia
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Ênfase Molecular, Celular e Funcional: Bacharelado.
Assunto Dano do DNA
Oryza sativa
Resumo As plantas, ao longo de sua existência, passaram por um processo evolutivo que, devido a sua falta de locomoção e sua dependência da luz solar para a fotossíntese, foi diferente para este grupo de organismos. Como consequência, as plantas possuem atualmente, mecanismos de defesa bem desenvolvidos contra diversos estresses, alguns dos quais afetam direta ou indiretamente o DNA. Entre os de efeito direto pode-se citar a radiação ultra violeta que pode atuar gerando, por exemplo, dímeros de pirimidina; os estresses que atuam indiretamente produzem Espécies Reativas de Oxigênio (ERO) que são igualmente genotóxicas. Em resposta aos estresses genotóxicos são ativadas diversas rotas bioquímicas complexas que ainda não estão bem descritas, tanto em nível fisiológico e bioquímico, quanto em nível genético e molecular. Dados recentes estabeleceram uma ligação entre a resposta à quebra na fita dupla (Double Strand Break – DSB) e a ativação de genes alvos de E2F. Em mamíferos, os fatores de transcrição E2F têm sido muito estudados. Esta família gênica apresenta similaridades entre plantas e mamíferos, tanto em nível estrutural quanto funcional. A família gênica do E2F possui membros que desempenham funções diversas tais como a progressão do ciclo celular, diferenciação e apoptose. Neste trabalho foram identificados, em arroz, diversos genes pertencentes a esta família. Foram encontrados quatro genes representantes da classe dos E2F típicos e mais dois genes representantes dos E2F atípicos (E2F/DEL), além disso, foram identificados três genes correspondentes a genes que codificam a proteína DP, uma proteína que dimeriza com os E2F típicos, além de uma sequência de proteína do Retinoblastoma que faz parte da rota de controle de expressão da família. Além disso, foi analisado o padrão de expressão gênica da família de E2F em arroz em resposta à radiação com luz UV-B em comparação com plantas controle nãotratadas. Os resultados indicaram que todos os genes da família E2F apresentaram expressão aumentada em resposta a este tipo de estresse genotóxico, e que esta expressão está correlacionada com a indução de genes de reparo nas plantas tratadas.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/18659
Arquivos Descrição Formato
000730579.pdf (1.042Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.