Repositório Digital

A- A A+

Análise da aptidão física relacionada à saúde (AFRS) dos guardas municipais de Porto Alegre

.

Análise da aptidão física relacionada à saúde (AFRS) dos guardas municipais de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise da aptidão física relacionada à saúde (AFRS) dos guardas municipais de Porto Alegre
Autor Souza, Luiz Ricardo Castro de
Orientador Cardoso, Marcelo Francisco da Silva
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Licenciatura.
Assunto Aptidão física
Resumo O objetivo geral deste estudo foi descrever e avaliar a aptidão física relacionada à saúde dos guardas municipais de Porto Alegre e determinamos como objetivos específicos os seguintes: 1- Comparar a aptidão física entre os integrantes da corporação que participam de forma sistemática e orientada de um programa de exercício físico, treinados, e os guardas que não participam deste programa; 2 - Verificar a freqüência de ocorrência nas categorias de avaliação da saúde, de acordo com as tabelas normativas de medidas de aptidão física para os dois grupos. No presente estudo foram avaliados 70 guardas municipais sendo que 30 do grupo treinado e 40 guardas do grupo não treinado. Foram analisados componentes que caracterizam a aptidão física relacionada à saúde que compreendem aspectos morfológicos e testes neuromuscular e cardiorrespiratório. Para as descrições foram utilizados os valores de média e desvios padrão. Para as comparações entre os grupos nas variáveis somáticas, adotou-se o teste inferencial T Student para amostras independentes. Nas comparações das variáveis neuromuscular e cardiorrespiratória utilizamos a ANOVA One-Way, com teste de comparações múltiplas de Sheffé. Para comparar os dois grupos em relação à freqüência de ocorrência nas categorias de referência, de acordo com as tabelas normativas, empregamos o teste de Quiquadrado. O nível de significância foi mantido em 5% e o software e foi adotado nas análises o SPSS V.17. Após aplicação dos testes verificou-se que o grupo de guardas treinados apresentou um perfil morfológico e uma aptidão física voltada para a saúde diferenciando-se significativamente dos não treinados. O grupo de guardas municipais treinados apresenta uma freqüência de ocorrência maior nos níveis desejados para a saúde do que o grupo de guardas não treinados. A prática sistemática e orientada de exercícios apresenta um efeito na aptidão física voltada para a saúde proporcionando melhoras não só para a vida profissional, mas também para as suas atividades de vida diária e conseqüente diminuir a freqüência de doenças hipocinéticas.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/18828
Arquivos Descrição Formato
000732937.pdf (169.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.