Repositório Digital

A- A A+

Qualidade de vida, dor e função muscular em indivíduos com osteoartrite e com artroplastia total de joelho

.

Qualidade de vida, dor e função muscular em indivíduos com osteoartrite e com artroplastia total de joelho

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Qualidade de vida, dor e função muscular em indivíduos com osteoartrite e com artroplastia total de joelho
Autor Bortoluzzi, Silvia Helena Manfrin
Orientador Vaz, Marco Aurelio
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Artroplastia do joelho
Osteoartrite do joelho
Qualidade de vida
Torque
[en] Muscle activation
[en] Osteoarthritis
[en] Pain
[en] Quality of life
[en] Total knee replacement
Resumo A osteoartrite é uma desordem articular comum nos idosos, sendo responsável por causar perda da funcionalidade destes indivíduos, quando comparada a outras doenças. Sua prevalência aumenta com a idade por ser uma doença irreversível. Esta condição musculoesquelética causa dor, incapacidade física e redução da qualidade de vida. A artroplastia total de joelho é o procedimento adequado para o tratamento da osteoartrite em seus graus mais avançados, e tem apresentado uma melhora funcional dos extensores do joelho (por meio da redução da inibição reflexa e possível aumento da capacidade de produção de força) e da qualidade de vida (pela redução da dor, aumento da mobilidade e retorno às atividades de vida diárias) nesses casos avançados da doença. No entanto, os efeitos da substituição do joelho osteoartrítico pela prótese não são totalmente conhecidos. Em função disso, o objetivo do presente estudo foi comparar a ativação muscular e a produção de força (torque) de indivíduos com osteoartrite (n=20) e indivíduos com artroplastia total de joelho (n=12). O pico de torque dos músculos extensores de joelho foi avaliado durante contrações isométricas voluntárias máximas nos ângulos de 30º, 60º, 75º e 90º. Nos mesmos ângulos articulares também foi avaliada a ativação elétrica dos músculos vasto lateral, vasto medial e reto femoral, através da eletromiografia de superfície. A qualidade de vida foi comparada entre os dois grupos através do questionário WOMAC. O grupo artroplastia obteve menores escores no questionário, o que indica melhora da qualidade de vida destes indivíduos ao serem comparados com o grupo osteoartrite. O comportamento dos dados tanto para a produção de torque como para a ativação muscular, apresentou-se semelhante nos dois grupos. A produção de torque não apresentou diferença significativa entre os grupos avaliados (p=0,775), sendo que a única diferença observada foi para o torque entre os ângulos testados (p=0,0001). Assim como para a produção de torque, a ativação muscular não apresentou diferença significativa entre os grupos osteoartrite e artroplastia total de joelho para os músculos VL, RF e VM (p>0,05). Somente para o menor ângulo (30º) e para o maior ângulo (90º) houve diferença significativa da ativação muscular em relação aos ângulos para os músculos vasto lateral (p=0,011) e vasto medial (p=0,014). Os resultados apresentados neste estudo suportam a hipótese de que a técnica cirúrgica de artroplastia total de joelho propicia uma redução da dor e uma melhora da qualidade de vida. No entanto, essa melhora na qualidade de vida parece não ser refletida em uma melhora funcional após a colocação da prótese, uma vez que não foi observado um aumento na ativação muscular com um correspondente aumento na capacidade de produção de força dos músculos extensores do joelho.
Abstract Osteoarthritis is a degenerative disease prevalent in the elderly population characterized by pain, disability and decrease of quality of life. Total knee replacement is indicated for the last stages of the disease, and shows a functional improvement of the knee extensor muscles (by a reduction of reflex inhibition and possibly by increasing muscle force production capacity) and improvement of quality of life (by the reduction in pain, increase in mobility and return to daily life activities) in these advanced stages of the disease. However, the functional effects of the joint replacement are not completely understood. Therefore, the purpose of this study was to compare both the muscle activation and the force production (torque) developed by patients with osteoarthritis (n=20) and patients which underwent total knee replacement (n=12). The knee extensor muscles peak torque was evaluated during maximal voluntary isometric contractions at the joint angles of 30º, 60º, 75º and 90º of knee extension. At the same joint angles the electrical activation was obtained, by surface electromyography from the vastus lateralis, the vastus medialis and the rectus femoris muscles. The WOMAC questionnaire was used to compare the quality of life between the two groups of the study. The arthroplasty group showed lower scores, indicating an improvement in the quality of life compare to the osteoarthritis group. Both groups showed a similar behavior in the torque production and in the muscle activation. Torque production was similar between the two groups (p=0,775), although there was a difference in the torque amongst the studied angles (p=0,0001). There was no difference between the osteoarthritis and the arthroplasty groups for muscle activation of the VL, RF and VM muscles (p>0,05). Nevertheless, activation was different when comparing the smallest and the largest angles studied (30º and 90º, respectively) of the vastus lateralis (p=0,011) and the vastus medialis (p=0,014) muscles in both groups. These results seem to support the hypothesis that the total knee replacement produces an improvement in the quality of life by a reduction in knee joint pain and an increase in the patients mobility and a return to the daily life activities. However, this surgical procedure did not produce a functional improvement in the knee extensor muscles, as there was no increase in muscle activation nor in the expected force produced by this muscle group.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18976
Arquivos Descrição Formato
000733750.pdf (364.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.