Repositório Digital

A- A A+

Desempenho organizacional do setor de seguros no Brasil : aplicando DEA às informções contábil-financeiras do ano de 2005.

.

Desempenho organizacional do setor de seguros no Brasil : aplicando DEA às informções contábil-financeiras do ano de 2005.

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desempenho organizacional do setor de seguros no Brasil : aplicando DEA às informções contábil-financeiras do ano de 2005.
Autor Barbosa, Ana Carolina Thomaz de Almeida Monteiro
Macedo, Marcelo Alvaro da Silva
Resumo Este artigo tem como objetivo a avaliação da eficiência do mercado segurador brasileiro no ano de 2005, através de uma análise comparativa, por segmento, das seguradoras de Vida e Previdência, Saúde e Gerais. Para tanto, com base nos dados extraídos da revista Valor Financeiro de 2006, foram construídos os indicadores base do estudo, que são: Gasto com Benefícios, Sinistralidade, Ganho Operacional e Ganho Financeiro. A metodologia de análise utilizada foi a DEA (Análise Envoltória de Dados), modelo CRS, orientado tanto para output, quanto para input. Os resultados mostram que o ganho operacional se apresenta como um grande problema das seguradoras de todos os segmentos analisados, porém isso acontece com menor intensidade no ramo Saúde. Dessa forma, concluiu-se que maioria das instituições seguradoras tem seus desempenhos mantidos por resultados financeiros, com exceção do segmento Saúde, o único a apresentar ganhos operacionais capazes de, por si só, tornarem positivos os resultados destas instituições. Além disso, não se mostraram estatisticamente significativas, as diferenças de desempenho provenientes de variações no tamanho e no relacionamento com grandes conglomerados financeiros. Isso quer dizer que as instituições de menor porte possuem totais condições de sobrevivência e de competição, pois não é o tamanho que gera a competitividade, mas sim o desempenho superior.
Abstract This paper has as aim the evaluation of the brazilian insurance market efficiency in the year of 2005, through a comparative analysis, by segment, of Life and Providence, Health and General insurance companies. For that, based on the data extracted from the Valor Financeiro 2006 magazine, were built the base-indicators of the study, which are: Benefits Expenses, Claim Ratio, Operational Gain and Financial Gain. The analysis methodology used was the DEA (Data Envelopment Analysis), the CRS model, with output and input orientation. The results show that the operational gain is pointed as a major trouble of the insurance companies of all sectors analyzed, although this happens with less intensity in the Health sector. This way, it is concluded that the majority of the insurance institutions have their performance kept by the financial results, with the exception of the Health sector, the only one to show operational gains able to, by themselves, become positive the results of the institutions. Besides, the differences about the performance, concerning the variation of sizes and the relation with the major financial groups, were irrelevant. It means that the small institutions have full conditions of survival and competitiveness, because it is not the size that creates the competitiveness, but the high performance.
Contido em REAd : revista eletrônica de administração. Porto Alegre. Edição 62, Vol 15, n.1, (jan-abr 2009), documento eletrônico
Assunto Desempenho organizacional
Pesquisa de mercado
Seguradora : Organização administrativa
[en] Data envelopment analysis
[en] DEA
[en] Financial and accounting information
[en] Insurance companies
[en] Organizational perfomance
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/20755
Arquivos Descrição Formato
000690964.pdf (188.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.