Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento de uma órtese de Dumon modificada para aplicações traqueais : um estudo experimental em cães

.

Desenvolvimento de uma órtese de Dumon modificada para aplicações traqueais : um estudo experimental em cães

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento de uma órtese de Dumon modificada para aplicações traqueais : um estudo experimental em cães
Outro título Development of a modified Dumon stent for tracheal applications : an experimental study in dogs
Autor Xavier, Rogerio Gastal
Sanches, Paulo Roberto Stefani
Macedo Neto, Amarilio Vieira de
Kuhl, Gabriel
Vearick, Samanta Bianchi
Michelon, Marcelo Dall'Onder
Resumo Objetivo: Descrever o desenvolvimento de uma órtese de silicone e os testes in vivo de compatibilidade e aplicabilidade na traquéia canina normal. Métodos: Quatro densidades de silicone foram testadas para a obtenção de protótipos. Para cada densidade, foi calculada a pressão exigida para causar a compressão, considerando-se uma área de contato de 1 cm2 e uma redução de 30% no diâmetro. A densidade selecionada foi 70-75 Shore A hardness. Adicionou-se sulfato de bário em pó ao silicone para tornar a órtese desenvolvida radiopaca e facilmente identificável ao exame radiológico. A órtese desenvolvida apresenta superfície externa corrugada com arcos salientes e descontínuos, semelhantes aos anéis traqueobrônquicos, para intercalação e fixação nas vias aéreas inferiores, superfície interna polida e extremidades lisas que evitam o dano por fricção. O protótipo considerado como sendo o mais adequado em termos de rigidez e flexibilidade foi implantado broncoscopicamente em traquéias caninas normais. Os animais foram sacrificados após oito semanas, e a traquéia foi removida para análise anatomopatológica. Resultados: Não houve complicações após a implantação das órteses. Nenhuma precisou ser removida, e todas estavam bem posicionadas ao final de oito semanas. O estudo histopatológico mostrou que a membrana basal epitelial foi preservada. Foram observados pontos focais de desnudamento epitelial, leve infiltrado inflamatório sob a mucosa e, mais raramente, tecido de granulação com neoformação vascular e ausência de microorganismos. Conclusões: A órtese desenvolvida mostrou resistência aos esforços mecânicos e biocompatibilidade, não provocando reação tecidual adversa na traquéia canina, além de permanecer íntegra ao final do experimento.
Contido em Jornal brasileiro de pneumologia. Brasília. Vol. 34, n. 1 (jan. 2008), p. 21-26
Assunto Implantes experimentais
Materiais biocompativeis
Silicones
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/20789
Arquivos Descrição Formato
000707668.pdf (1.533Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.