Repositório Digital

A- A A+

Fugas brasileiras para piano - 1922 a 2009 : procedimentos composicionais em estruturas resultantes

.

Fugas brasileiras para piano - 1922 a 2009 : procedimentos composicionais em estruturas resultantes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fugas brasileiras para piano - 1922 a 2009 : procedimentos composicionais em estruturas resultantes
Autor Noda, Luciana
Orientador Carvalho, Any Raquel Souza de
Data 2010
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Música.
Assunto Análise musical
Composição musical : Fugas
Fuga : Piano : Século XX : Brasil
Fuga : Teoria da música
Musica : Fuga
[en] Brazilian fugues for piano
[en] Compositional procedures
[en] Resulting structures
Resumo Esta pesquisa investiga a fuga brasileira para piano com o intuito de reconhecer os procedimentos composicionais presentes nesta produção e a influência em suas estruturas resultantes. Foram consideradas 59 fugas para piano compostas entre 1922 a 2009. A partir de um roteiro de análise, procedeu-se a coleta de dados; estes foram analisados no aspecto quantitativo e qualitativo. Neste último, foi verificado o reflexo dos procedimentos composicionais nas estruturas resultantes das fugas. Foi constatado o afastamento da escrita contrapontística em episódios, reexposições e coda, tanto em fugas com sujeito tonal (69%), quanto em fugas com sujeito atonal (31%). Este procedimento foi utilizado ocasionalmente para delimitar seções, intensificando a percepção da estrutura resultante das fugas. Em fugas com sujeito atonal, verificou-se a incidência de entradas do sujeito na última reexposição a partir da altura original da fuga, revelando a aproximação deste procedimento com a polarização típica de fugas exclusivamente tonais.
Abstract The purpose of this study is to investigate the compositional procedures used in Brazilian fugues for piano and their influence on the resulting structures. Fifty-nine fugues composed between 1922 and 2009 were included. The scores were collected and analyzed as to their qualitative and quantitative aspects. In the latter, compositional procedures were verified in the resulting structures of the fugues. Non-contrapuntal writing was encountered in the episodes, reexpositions and coda in the fugues containing tonal subjects (69%), as well as in those with atonal subjects (31%). This procedure was also occasionally used to delimit sections, intensifying the perception of their resulting structures. The fugues with atonal subjects proved to have subject entries in their last reexposition at the same pitch as that in the exposition, thus revealing proximity of contrapuntal writing with polarization typical of tonal fugues.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/21367
Arquivos Descrição Formato
000736818.pdf (2.106Mb) Volume 1 Adobe PDF Visualizar/abrir
000736818-02.pdf (20.97Mb) Volume 2 Adobe PDF Visualizar/abrir
000736818.zip (22.76Mb) Trabalho completo zipado Arquivo ZIP Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.