Repositório Digital

A- A A+

Qualidade bacteriológica de queijos artesanais comercializados em estradas do litoral norte do Rio Grande do sul, Brasil

.

Qualidade bacteriológica de queijos artesanais comercializados em estradas do litoral norte do Rio Grande do sul, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Qualidade bacteriológica de queijos artesanais comercializados em estradas do litoral norte do Rio Grande do sul, Brasil
Outro título Bacteriological quality of homemade cheeses commercialised in roads of the northern coast of Rio Grande do Sul, Brazil
Autor Grecellé, Cristina Bergman Zaffari
Mello, Jozi Fagundes de
Costa, Marisa da
Resumo O consumo de queijo artesanal, vendido em estabelecimentos de beira de estrada, é comum no Estado do Rio Grande do Sul. Geralmente estes produtos não são fabricados em acordo com as boas normas de fabricação e podem constituir perigo à saúde do consumidor. Objetivouse, com o presente trabalho, verificar a qualidade bacteriológica de queijos artesanais comercializados em estradas litorâneas por meio da contagem de coliformes e pesquisa de Listeria spp. e Brucella spp. Foram analisados 80 queijos, sendo 62 do tipo Colonial, dez do tipo Provolone, seis do tipo Ricota e dois do tipo Caccio Cavallo. No momento da coleta, 71% das amostras não estavam sob refrigeração. Todas as amostras apresentaram contagens de coliformes totais e, destas, 62 foram testadas para a presença de coliformes fecais. Um total de 84% das amostras apresentou contagens de coliformes fecais acima de 2,73- 3,7 log.UFC g- 1 (de 500 a 5000UFC mL-1), previsto como limite máximo a ser encontrado em queijos. Dos 29 estabelecimentos, 27 tinham produtos fora destes limites. Das 80 amostras, 16% continham Listeria spp., sendo 3,7% identificadas como Listeria monocytogenes. As estações do ano influenciaram no isolamento de Listeria spp., sendo a primavera considerada a estação do ano com maior número de isolados. Brucella spp. não foram isoladas nas 80 amostras de queijos analisadas. A alta freqüência de coliformes fecais e a presença de L. monocytogenes revelam que o consumo destes queijos constitui perigo de infecção à população em geral e especialmente àquelas pessoas imunocomprometidas.
Abstract The consumption of homemade cheese, which is sold in little shops along the road, is very common in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. Generally, these products are not manufactured according to the good hygiene guidelines; and may be a risk to the consumers’ health. The aim of this research was the assessment of the bacteriological quality of homemade cheese sold in the region along the northern coast of Rio Grande do Sul. Cheese samples were taken and total and faecal coliform counting per gram sample were established. The samples were also examined for the presence of Listeria spp. and Brucella spp. In total, 80 samples, from 29 commercial establishments were analysed, of which 62 of Colonial type; 10, of Provolone; 6 of Ricotta and 2, of Cacciocavallo type. At the moment of sampling, 71% of them were not stored under refrigeration conditions. In all the samples the presence of total coliform could be demonstrated and 62 of these were tested for the presence of faecal coliforms. In 84% of the samples more then 2.73 - 3.7log.UFC g- 1 (from 500 to 5000UFC mL-1) of faecal coliform could be demonstrated, with is considered the maximum limit still allowed to be present in cheese samples. Of the 29 establishments analysed, 27 had products with coliforms counts above these limits. Of the 80 samples, 16% had Listeria sp., of which 3.7% were identified as Listeria monocytogenes. A correlation was found between the season and the isolation of Listeria spp.: in the spring the highest number was detected. Brucella spp. could not be detected in the 80 samples analysed. The high frequency of faecal coliforms and the presence of L. monocytogenes revealed that the consumption of these homemade cheeses can become a risk of infection to the population, especially for immunocompromised persons.
Contido em Ciência rural. Santa Maria. Vol. 37, n. 3 (maio/jun. 2007), p. 862-867
Assunto Brucella spp
Coliformes
Listeria monocytogenes
Queijo : Qualidade
[en] Brucella spp.
[en] Cacciocavallo
[en] Coliforms
[en] Colonial
[en] Listeria monocytogenes
[en] Provolone
[en] Ricota
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/22256
Arquivos Descrição Formato
000607652.pdf (53.03Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.