Repositório Digital

A- A A+

Goniometria da articulação tíbio-tarsal após imobilização temporária com fixador esquelético externo em cães

.

Goniometria da articulação tíbio-tarsal após imobilização temporária com fixador esquelético externo em cães

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Goniometria da articulação tíbio-tarsal após imobilização temporária com fixador esquelético externo em cães
Outro título Tarsocrural joint goniometry after temporary immobilization with external skeletal fixation in dogs
Autor Alievi, Marcelo Meller
Schossler, J. E.
Teixeira, Marcelo Weinsten
Resumo Neste experimento, foram utilizados 10 cães clinicamente sadios, submetidos à imobilização temporária das articulações tíbio-tarsal, intertarsal e tarso-metatarsiana direita com fixador esquelético externo, tendo por objetivo avaliar através da mensuração da flexão, da extensão e da amplitude articular os danos provocados por esta imobilização. O aparelho de fixação esquelética externa manteve a articulação em um ângulo aproximado de 135º e permaneceu por 45 dias. Os animais apresentaram desconforto à manipulação articular para a realização do exame goniométrico no dia da retirada do aparelho, demonstrando dor na flexão e na extensão passiva do membro imobilizado, sendo que tal dificuldade desapareceu após três dias. Foi observado que a imobilização articular temporária obtida pela fixação esquelética externa promove perda estatisticamente significativa nos graus de flexão, de extensão e de amplitude articular tíbio-tarsal imediatamente após a remoção do fixador externo. Porém, após sete dias desta remoção para extensão e quinze dias para flexão e amplitude articular, esta perda não é mais verificada.
Abstract In this study, 10 clinically healthy adult mongrel dogs were submitted to the temporary immobilization of the hock with external skeletal fixation. The aim of this procedure was to evaluate, using a manual goniometer, the flexion, the extension and the range of motion of the tarsocrural joint after immobilization in a functional angle of 135º for 45 days. The animals presented discomfort in relation to the articular manipulation for the goniometric exam on the day of the removal of the apparatus, demonstrating pain in the passive flexion and extension of the limb, and such difficulty disappeared after three days. It was observed that the temporary immobilization of the articulation obtained by the external skeletal fixation promotes statistically significant loss in the degree of flexion, extension and range of motion of the tarsocrural joint immediately after the removal of the apparatus. However, after seven days of this removal, for extension, and fifteen days, for flexion and range of motion of the articulation, this loss is not verified.
Contido em Ciência rural. Santa Maria. Vol. 34, n. 2 (mar./abr. 2004), p. 425-428
Assunto Cirurgia veterinaria : Caes
Ortopedia animal : Aparelho locomotor
[en] Articular
[en] Dog
[en] Hock
[en] Orthopaedics
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/22500
Arquivos Descrição Formato
000438653.pdf (94.71Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.