Repositório Digital

A- A A+

Auto-imagem em adultos de média idade, portadores ou não de cardiopatias isquêmicas submetidos ou não a treinamento físico sistemático

.

Auto-imagem em adultos de média idade, portadores ou não de cardiopatias isquêmicas submetidos ou não a treinamento físico sistemático

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Auto-imagem em adultos de média idade, portadores ou não de cardiopatias isquêmicas submetidos ou não a treinamento físico sistemático
Autor Gaya, Adroaldo Cezar Araujo
Orientador Mouriño Mosquera, Juan José
Data 1985
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Autoestima
Pessoa idosa
Resumo O objetivo desta investigação foi o de estudar a influência do treinamento físico sistemático sobre a auto-imagem em adultos de média idade, portadores ou não de cardiopatia isquêmica. Oitenta indivíduos do sexo masculino, entre quarenta e sessenta e cinco anos de idade, clientes de clínicas especializadas em cardiologia, da cidade de Porto Alegre, foram divididos em quatro grupos caracterizados como: portadores de cardiopatia isquêmica não submetidos a treinamento físico sistemático; portadores de cardiopatia isquêmica submetidos a treinamento físico sistemático; não portadores de cardiopatia isquêmica não submetidos a treinamento físico sistemático e não portadores de cardiopatia isquêmica submetidos a treinamento físico sistemático. O instrumento utilizado foi baseado no questionário de auto-imagem e auto-estima de Steglich (1978), para indivíduos de terceira idade. Foram selecionados os itens referentes apenas a escala de auto-imagem, sendo que a fidedignidade e validade do instrumento foram determinadas pelo estudo piloto. Para a análise estatística dos dados foi utilizado o Teste U de Mann-Whitney, sendo que os resultados indicaram: - Os indivíduos portadores de cardiopatia isquêmica submetidos a treinamento físico sistemático, apresentam níveis mais elevados de auto-imagem que os indivíduos porta dores de cardiopatia isquêmica não submetidos a treinamento físico sistemático. - Os indivíduos portadores de cardiopatia isquêmica submetidos a treinamento físico sistemático, apresentam níveis mais elevados de auto-imagem que os indivíduos não portadores de cardiopatia isquêmica não submetidos a treinamento físico sistemático. - Não houve diferença estatisticamente significativa nos níveis de auto-imagem entre os indivíduos não portadores de cardiopatia isquêmica submetidos a treinamento físico sistemático e os indivíduos não portadores de cardiopatia isquêmica não submetidos a treinamento físico sistemático.
Abstract The purpose of this investigation was to study the influence of systematic physical training upon the self-image of middle age adults with and without ischemic coronary heart disease. The subjects were eighty males, aged between forty and sixty-five years. These were classified into the four following groups: subjects with ischemic coronary heart disease not submited to systematic physical training; subjects with ischemic coronary heart disease submited to systematic physical training; subjects with no ischemic coronary heart disease not submited to systematic physical training, and subjects with no ischemic coronary heart disease sulmdted to systematic physical training. To gather the data a self-image questionnaire, was used in this study. This questionnaire was developed based on the self-image part of the self-image and selfestim questionnaire of steglich (1978). The reliability and the validity of the developed questionnaire was determined based on a pilot study. For the statistical analysis of the data the Mann-Whitney "U" Test was employed. The results showed significant differences between the following groups: - Subjects with ischemic coronary heart disease submited to systematic physical training showed higher levels of self-image than the subjects with ischemic coronary heart disease not submited to systematic physical training. - Subjects with ischemic coronary heart disease submited to systematic physical training showed higher levels of self-image than the subjects with no ischemic coronary heart disease not submited to systematic physical training. - No statistically significant differences were found in the levels of self-image between the groups of subjects with no ischemic coronary heart disease submited to systematic physical training and subjects with no ischemic coronary heart disease not submited to systematic physical training.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/22854
Arquivos Descrição Formato
000162165.pdf (21.87Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.