Repositório Digital

A- A A+

Análise morfométrica da carótida de suínos submetidos à angioplastia com implante de stent de cromo-cobalto

.

Análise morfométrica da carótida de suínos submetidos à angioplastia com implante de stent de cromo-cobalto

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise morfométrica da carótida de suínos submetidos à angioplastia com implante de stent de cromo-cobalto
Autor Elesbão, João Luiz de Lara
Orientador Pereira, Adamastor Humberto
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Angioplastia
Hiperplasia
Ligas de cromo
Modelos animais de doenças
Suínos
[en] Angioplasty
[en] Cobalt-chromium
[en] Intimal hyperplasia
[en] Morphometry
[en] Pigs
[en] Stents
Resumo OBJETIVO: analisar, por meio de morfometria digital, a reação intimal presente na artéria carótida de suínos submetidos à angioplastia isoladamente e à angioplastia seguida de implante de stent de cromo - cobalto. MATERIAIS E MÉTODOS: em oito suínos sadios foi realizada a angioplastia isolada da artéria carótida comum (ACC) direita e angioplastia com implante de um stent de cromo – cobalto expansível por balão na artéria carótida comum esquerda. Após período de quatro semanas, os animais foram submetidos à eutanásia para a retirada de amostras de tecido arterial e preparo de lâminas histológicas divididas do seguinte modo: grupo 1, segmento médio da artéria carótida comum direita (angioplastia isolada); grupo 2, segmento médio da artéria carótida comum esquerda em localização “intra stent”. As imagens das lâminas foram digitalizadas e analisadas por programa de morfometria digital com cálculo da área luminal, área da camada íntima e área da camada média dos cortes histológicos. A análise estatística foi realizada através da média e desvio padrão das áreas em cada grupo, utilizando-se Teste t de Student. O valor de p<0,05 foi considerado significativo. RESULTADOS: na análise das médias das áreas obtidas, foi encontrada maior hiperplasia em resposta ao implante de stent e diferença estatisticamente significativa quando realizada a comparação entre a área do lúmen (5,841 x 106μm2 X 1,287 x 106μm2), da lâmina elástica interna (6,566 x 106μm2 X 1,287 x 106μm2) e lâmina elástica externa (9,832 x 106μm2 X 4,559 x 106μm2) dos dois grupos (ATP + STENT X ATP; medidas em micrômetros quadrados). Não se observou diferença significativa do ponto de vista estatístico quando se realizou a comparação entre as camadas médias dos dois grupos (3,266 x 106μm2 X 3,271 x 106μm2). CONCLUSÃO: o implante de stent de cromo-cobalto expansível por balão na ACC do suíno gerou um espessamento intimal maior do que aquele produzido apenas pela angioplastia, porém este não foi suficiente para afetar o lúmen arterial.
Abstract OBJECTIVE: to analyze, through digital morphometry, the intimal reaction in the carotid artery of pigs submitted to isolated angioplasty and angioplasty followed by implantation of cobalt-chromium stent. MATERIALS AND METHODS: eight healthy pigs had their common carotid artery (CCA) submitted to isolated angioplasty in the right side and angioplasty plus stenting in the left side. Four weeks latter, all animals were submitted to euthanasia for arterial tissue sampling and preparation of histological blades sorted as follows: group 1, middle segment of common right carotid artery (isolated angioplasty); group 2, middle segment of common left carotid artery (intra-stent). Blade images were scanned and analyzed through a digital morphometry program with calculation of luminal, intimal and media layers area in the histological sections. The statistical analysis was performed through mean values and standard deviations of the areas in each group, using the Student’s t-Test. The value of p<0.05 was considered significant. RESULTS: When compare to angioplasty alone, the stent group showed greater hyperplasia in response to implantation regarding the lumen area (5.841 x 106μm2 X 1.287 x 106μm2), the internal elastic lamina area (6.566 x 106μm2 X 1.287 x 106μm2) and the external elastic lamina area (9.832 x 106μm2 X 4.559 x 106μm2). No statistically significant difference was observed when comparing the media layers of both groups (3.266 x 106μm2 X 3.271 x 106μm2). CONCLUSION: angioplasty followed by the implantation of a cobalt-chromium balloon expandable stent in the CCA of the pig creates more intimal thickening than angioplasty alone. Nevertheless intimal thickening was not enough to affect the luminal area thanks to a positive elastic remodeling effect.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/23010
Arquivos Descrição Formato
000740963.pdf (737.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.