Repositório Digital

A- A A+

Karyotype morphology and evolution in some Lathyrus (Fabaceae) species of southern Brazil

.

Karyotype morphology and evolution in some Lathyrus (Fabaceae) species of southern Brazil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Karyotype morphology and evolution in some Lathyrus (Fabaceae) species of southern Brazil
Autor Klamt, Adriane
Schifino-Wittmann, Maria Teresa
Resumo Os cariótipos de Lathyrus nervosus Lam., L. pubescens Hook. et Arn., L. paranensis Burk. e L. crassipes Gill ap. Hook et Arn., quatro espécies de Lathyrus nativas do Rio Grande do Sul, são detalhadamente descritos pela primeira vez. Todos os taxa apresentaram 2n = 14 cromossomos. As fórmulas cariotípicas foram 2 m + 12 sm para L. nervosus, L. pubescens e L. paranensis e 4 m + 10 sm para L. crassipes. Em todas as espécies o menor par de cromossomos apresentava uma constrição secundária com um satélite no braço longo. Foi verificada variabilidade intraespecífica para posição e número de constrições secundárias em L. nervosus e L. pubescens. Todas as espécies apresentaram uma morfologia cariotípica semelhante mas diferiram no comprimento total do complemento em até 20% entre os valores mais altos para L. nervosus e os mais baixos para L. crassipes. Estes resultados sugerem que as mudanças no tamanho cromossômico ocorridas durante a evolução das espécies foram homogêneas para todo o complemento e, juntamente com informações sobre ciclo de vida e modo de reprodução, apoiam ser L. crassipes um taxon derivado, aceitando-se uma tendência evolutiva para diminuição do tamanho cromossômico.
Abstract The karyotypes of Lathyrus nervosus Lam., L. pubescens Hook. et Arn., L. paranensis Burk. and L. crassipes Gill ap. Hook et Arn., native to Rio Grande do Sul (southern Brazil), are described in detail for the first time. All taxa have 2n = 14 chromosomes. The karyotypic formulae were 2 m + 12 sm for L. nervosus, L. pubescens and L. paranensis and 4 m + 10 sm for L. crassipes. In all species, the smallest chromosome pair bore a secondary constriction with a satellite in the long arm. Intraspecific variability in the position and number of secondary constrictions was observed in L. nervosus and L. pubescens. All of the species had a conservative and similar karyotype morphology, but differed in total complement size by as much as 20% between the highest (L. nervosus) and lowest (L. crassipes) values. These results suggest that changes in chromosome size during evolution have been similar for all the chromosomes of the complement. Together with data on the life cycle and mode of reproduction, these results also indicate that L. crassipes is a derived taxon, if an evolutionary trend towards a decrease in chromosome size is accepted.
Contido em Genetics and molecular biology. Ribeirão Preto. Vol. 23, no. 2 (June 2000), p. 463-467
Assunto Leguminosa forrageira
Melhoramento genético vegetal : Cariótipo
Morfologia vegetal
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/23353
Arquivos Descrição Formato
000287732.pdf (372.8Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.