Repositório Digital

A- A A+

Identification of zygotic and nucellar tangerine seedlings (Citrus spp.) using rapd

.

Identification of zygotic and nucellar tangerine seedlings (Citrus spp.) using rapd

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Identification of zygotic and nucellar tangerine seedlings (Citrus spp.) using rapd
Autor Bastianel, Marines
Schwarz, Sergio Francisco
Coleta Filho, Helvecio Della
Lin, Linda Lee
Machado, Marcos
Koller, Otto Carlos
Resumo A técnica RAPD (random amplified polymorphic DNA) foi utilizada para distinguir plântulas nucelares e zigóticas resultantes do cruzamento entre as tangerineiras Montenegrina (Citrus deliciosa Tenore) e King (C. nobilis Loureiro). Este cruzamento foi realizado objetivando a obtenção de variedades de tangerineiras com características organolépticas de fruto semelhantes à tangerina Montenegrina e menor número de sementes. Embriões foram isolados das sementes e cultivados in vitro e aclimatizados em casa de vegetação. Utilizando-se de 4 primers de seqüência randômica foram identificadas 54 plantas de origem sexual de um total de 202 indivíduos. O grau de polimorfismo de cada primer refletiu no número de plantas zigóticas obtidas por primer, sendo o total de zigóticos identificados pela soma das informações geradas pelos 4 primers. Análise de agrupamento com os parentais e a progênie separou os indivíduos em grupos distintos com uma dissimilaridade genética máxima de 20%.
Abstract The randomly amplified polymorphic DNA (RAPD) technique was used to distinguish nucellar and zygotic seedlings resulting from crosses between the Montenegrina (Citrus deliciosa Tenore) and King (C. nobilis Loureiro) tangerines. The aim of the present study was to develop tangerine varieties with a reduced number of seeds and organoleptic characteristics similar to the Montenegrina tangerine. Embryos were isolated from seeds, cultivated in vitro, and acclimated in a greenhouse. Four random primers were used to identify 54 plants of sexual origin from a total of 202 individuals. The degree of polymorphism of each primer was reflected in the number of zygotic plants obtained per primer. Cluster analysis of parents and progeny separated the individuals into distinct groups with a maximum genetic dissimilarity of 20%.
Contido em Genetics and molecular biology. Ribeirão Preto, SP. Vol. 21, no. 1 (Mar. 1998), p. 123-127
Assunto Tangerina : Melhoramento genetico vegetal : Rapd
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/23465
Arquivos Descrição Formato
000233779.pdf (132.7Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.