Digital Repository

A- A A+

"Seguir barragem” : (re - des) construções das masculinidades num canteiro de obras de uma usina hidrelétrica

DSpace/Manakin Repository

"Seguir barragem” : (re - des) construções das masculinidades num canteiro de obras de uma usina hidrelétrica

Show full item record

Statistics

Title "Seguir barragem” : (re - des) construções das masculinidades num canteiro de obras de uma usina hidrelétrica
Author Detoni, Priscila Pavan
Advisor Nardi, Henrique Caetano
Date 2010
Level Master
Institution Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional.
Subject Alojamento
Construção civil
Gênero
Masculinidade
Sexualidade
Subjetividade
Trabalhador : Psicologia social
[en] Civil construction
[en] Gender relations
[en] Hydroelectric power plant
[en] Masculinities
[en] Sexuality
[en] Workers
Abstract in Portuguese Esta pesquisa propõe descrever e problematizar o contexto da construção das performances masculinas de trabalhadores que ficaram alojados em um canteiro de obras para a construção de uma usina hidrelétrica no oeste catarinense, no Sul do Brasil. Teoricamente, este estudo está situado no campo de conhecimento da Psicologia Social e Institucional na sua vertente pós-estruturalista, a qual entende os sujeitos como produtos de determinadas construções sociais. O estudo é baseado centralmente em Michel Foucault e Judith Butler. A metodologia foi guiada pela abordagem etnográfica e análise das formações discursivas. O corpus foi constituído basicamente por observações de campo e entrevistas. A pesquisa buscou descrever como são (re – des) construídas estas subjetividades masculinas, desde o processo de mobilização para a vinda e instalação destes trabalhadores, a composição da cidade temporária instalada no canteiro de obras até o processo de desmobilização. Este processo fala da itinerância destes homens interpelados como barrageiros. As análises compuseram-se por elementos que tomam eixos os elementos fundamentais da edificação destas masculinidades – a atividade sexual; a relação com a prostituição; o trabalho pesado e arriscado ligado à construção civil; a convivência nos alojamentos; a relação com as famílias; a corporalidade, e as relações de amizade/solidariedade que se constroem no processo de seguir barragens. A partir deste estudo, vislumbraram-se diferentes modos de ser homem, apesar de existirem modelos hegemônicos de masculinidades conectados à matriz heteronormativa, os quais entram em tensão e se reformulam de acordo com os marcadores sociais em questão (origem, escolaridade, idade), a época, o local e as relações que se estabelecem dentro da continuidade e da estabilidade que se constrói na itinerância dos/as seguidores/as de barragens.
Abstract This research aims at describing and discussing the context of the construction of the performances of male workers who were housed in a building site for the construction of a hydroelectric power plant in western Santa Catarina, southern Brazil. Theoretically, this study is situated in the field of knowledge of Social and Institutional Psychology in its post-structuralist stream, which takes individuals as products of certain social constructs. This study is based mainly on Michel Foucault and Judith Butler. The methodology was guided by the ethnographic approach and by the analysis of discursive formations. The body was formed mostly by field observations and interviews. The research sought to describe how there are (re - de) constructed these mascua line subjectivities, from the mobilization process for the arrival and installation of these workers, the composition of the city temporarily installed at the works site, up to the demobilization process. All this process talks about the itinerancy of these men who are interpellated as barrageiros (“the men of the dams”). The analyses were composed of elements that take as axes the key elements in building these masculinities – the sexual activity, the relationship with prostitution, the hard and risky work linked to civil construction, the common living in the accommodations, the relationship with the family, the corporeality, and the relations of friendship/solidarity that are built in the process of following dams. From this study, there were devised different ways of being a man, despite the existence of hegemonic patterns of masculinities connected to the heteronormative matrix, which come into tension and are revised according to the social markers in question (origin, educational level, age), the time, the place and the relationships established within the continuity and stability that are built along the itinerancy of these men following the dams.
Type Dissertation
URI http://hdl.handle.net/10183/24666
Files Description Format View
000747941.pdf (1.537Mb) Texto completo Adobe PDF View/Open

This item is licensed under a Creative Commons License

This item appears in the following Collection(s)


Show full item record

Browse



  • The author is the owner of the copyrights of the documents available in this repository and is prohibited under the law, the marketing of any kind without prior authorization.
    Graphic design by Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.