Repositório Digital

A- A A+

Expressão gênica e proteica das isoformas dos receptores de estrogênio e da enzima aomatase em hiperplasia prostática benigna e câncer de próstata

.

Expressão gênica e proteica das isoformas dos receptores de estrogênio e da enzima aomatase em hiperplasia prostática benigna e câncer de próstata

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Expressão gênica e proteica das isoformas dos receptores de estrogênio e da enzima aomatase em hiperplasia prostática benigna e câncer de próstata
Autor Seibel, Fernanda Eugênia Rodrigues
Orientador Brum, Ilma Simoni
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas: Fisiologia.
Assunto Expressão gênica
Expressão protéica
Hiperplasia prostática
Neoplasias da próstata
Receptores estrogenicos
RNA mensageiro
Resumo Tanto os androgênios quanto os estrogênios possuem um papel significativo na próstata e são indispensáveis para o crescimento normal prostático. A enzima aromatase catalisa a reação de conversão de androgênios para estrogênios. O papel dos estrogênios e seus receptores na etiologia e progressão do câncer de próstata (CaP) e da hiperplasia prostática benigna (HPB) é muito pouco compreendido. Objetivo: Analisar a expressão do mRNA dos receptores de estrogênio ER , ER 2, ER 5 e da enzima aromatase. Analisar a expressão protéica do ER e ER nos grupos CaP e HPB. Métodos: Tecidos prostáticos oriundos de câncer de próstata e de hiperplasia prostática benigna foram submetidos à extração de RNA total com o reagente Trizol, o RNA foi reversamente transcrito para cDNA e avaliado usando RT-PCR para a expressão dos receptores de estrogênio , 2, 5 e aromatase. A expressão protéica de ER e ER foi analisada por Western blot. Resultados: Comparações entre os tecidos hiperplásico e de carcinoma indicaram uma maior expressão do mRNA ER (P<0,001) e da proteína (P<0,038) em amostras de câncer comparada a HPB. A expressão do mRNA do ER 5 foi significativamente aumentada nos tecidos hiperplásicos comparada ao grupo câncer. A expressão do mRNA do ER 2 e da aromatase não foi diferente entre os grupos HPB e CaP. Nossos resultados também mostraram que a expressão protéica do ER não foi diferente entre os grupos HPB e CaP. Conclusões: O presente estudo indicou que a expressão protéica e gênica do ER e a expressão gênica do ER 5 são diferentes entre os grupos sugerindo que o aumento dos níveis do ER no CaP e do mRNA ER 5 na HPB pode ser importante na progressão das doenças prostáticas.
Abstract Both androgens and estrogens play a significant role in the prostate and are critical for normal prostate growth. The aromatase enzyme catalyzes the reaction to conversion of androgens to estrogens. The role of estrogen and its receptors in the etiology and progression of prostate cancer (PCa) and benign prostatic hyperplasia (BPH) is poorly understood. Objective: The purpose of this study was to evaluate the estrogen receptors ER , 2, 5 and aromatase enzyme mRNA expression and to investigate also the ER and ER protein expression in groups PCa and BPH. Method: Total RNA of prostate cancer and benign prostatic hyperplasia tissues was extracted from each sample by the Trizol method and cDNA was performed. ER , ER 2, ER 5 estrogen receptors and aromatase gene expression were quantified by RT-PCR. ER and ER protein expression was evaluated by Western blot. Results: Comparisons of the hyperplastic and tumor prostate tissues indicated an overexpression of ER mRNA (P<0,001) and protein (P<0,038) in tumor specimens. The mRNA expression of ER 5 was significantly increased in hyperplastic tissues compared to tumor group. The mRNA expression of ER 2 and aromatase was not different between BPH and PCa groups. Our results also showed that the protein expression of ER was not different between BPH and PCa groups. Conclusions: The present study indicated that gene and protein expression ER and gene expression ER 5 are different between the groups suggesting that the ER increased levels in PCa and mRNA ER 5 in BPH may be important in progression of prostate diseases.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/24691
Arquivos Descrição Formato
000748007.pdf (3.028Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.