Repositório Digital

A- A A+

Formação permanente e suas relações com a prática do professor de educação física na Secretaria de Esportes, Recreação e Lazer de porto Alegre

.

Formação permanente e suas relações com a prática do professor de educação física na Secretaria de Esportes, Recreação e Lazer de porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Formação permanente e suas relações com a prática do professor de educação física na Secretaria de Esportes, Recreação e Lazer de porto Alegre
Autor Schaff, Ismael Antonio Bacellar
Orientador Molina Neto, Vicente
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Etnografia
Políticas públicas
Professor : Formação
[en] Ethnographic research.
[en] Outdoor education
[en] Permanent Formation
[en] Physical education teachers
[en] Public policies
Resumo Este estudo tem por tema a formação permanente de professores de educação física da Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer de Porto Alegre, bem como as relações desta formação com a prática deste coletivo docente. Esta investigação focaliza os significados atribuídos por estes professores a sua formação permanente na relação com o cotidiano de suas práticas pedagógicas, tendo em vista as características institucionais onde se realiza: de espaço de atuação nãoescolar como praças, parques, centros de comunidade, ruas, associações comunitárias; bem como a grande diversidade de campos de atuação deste professorado que tem no lazer, no esporte e em ações ligadas à promoção da saúde os instrumentos de sua intervenção, nos seus vieses educativos, competitivos e ou lúdicos. A pergunta que sintetiza o problema de investigação e orienta as decisões metodológicas é: Quais significados o professorado de educação física da Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer de Porto Alegre atribui ao seu processo de formação permanente e que impactos este processo produz no cotidiano de sua prática pedagógica? Para responder a esta questão realizei entrevistas semi-estruturadas, analisei documentos do período que vai de 1989 até 2009; com o mesmo intento, utilizei as observações e registros do diário de campo sobre as situações de formação promovidas pela instituição e do cotidiano das práticas dos professores de educação física desta secretaria, que permitissem a construção de quadro de análise e interpretação sobre o material coletado. O processo analítico apontou para algumas categorias significativas para a compreensão de práticas docentes e do papel que a formação permanente ocupa na sua sustentação e na superação dos desafios e contradições presentes nestas práticas. Uma destas categorias situa-se no não-lugar do espaço público da secretaria – a possibilidade e a expectativa de uma ação educativa em espaços que não parecem claramente associados aos significados da instituição escolar Desta decorre uma outra, situada no próprio sujeito do estudo: o “ser-não ser” do professor desta instituição – as tensões e contradições na construção de uma identidade docente – manifestas em trajetos de aproximação à cultura escolar ao mesmo tempo que elenca as peculiaridades distintivas do seu fazer educativo. Articulada às anteriores, a categoria de um personalismo e de uma fragilidade das políticas de formação profissional da secretaria parecem apontar para um papel ao mesmo tempo central desta para construção da identidade e de um referencial para as práticas dos professores, mas contraditoriamente, na sua ausência, a distribuição dispersa dos recursos humanos e o seu isolamento nos diversos espaços da cidade permitem uma sobrevivência que supera a existência de uma proposta políticopedagógica Uma idéia central sugerida pelo estudo é que a proposta de formação permanente, enquanto compromisso da instituição, tenha um caráter definidor de uma identidade docente, articuladora de sujeitos e ações e que permita superar fragilidades temporais e ideológicas das questões político-partidárias – o estudo aponta para a importância de uma estrutura de formação permanente, centrada nas experiências dos professores: espaços e tempos de compartilhamento de êxitos, de busca coletiva de superação de dificuldades e contradições.
Abstract The subject of this study is the permanent formation of Physical Education teachers of the “Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer de Porto Alegre” – Sport and Leisure Department – in the city hall of Porto Alegre. The study also deals with the relations between this permanent formation and the practices of the group of teachers. This investigation focuses on the meanings attributed by such group of teachers to their permanent formation in relation to their everyday pedagogical practices, having in mind institutional characteristics and the spaces where practices take place: public squares, parks, community centers and streets. It also focuses on the varied nature of the group’s work (leisure, sport, health) and its educative, competitive or playful aspects. The question which summarizes the investigation and guides methodological decisions is: Which meanings the teachers of the Sport and Leisure Department of Porto Alegre attribute to their process of permanent formation and which impacts such process produces in their everyday pedagogical practices To answer this question, semi-structured interviews were held, documents from 1989 to 2009 were analyzed, observations and field diary entries on the formation moments promoted by the department were used and everyday practices were observed. All that allowed the construction of an analysis and interpretation chart. The analytical process lead the study to point out some meaningful categories to understand teachers’ practices, as well as, the role permanent formation has in helping teachers overcome challenges and contradictions found in their everyday practice. One of these categories depicts the possibilities and expectations of an educative action in spaces which are not clearly associated to a school institution. From the category mentioned above, another one emerges, located within the subject of this study: the teacher’s lack of a clear self identity; tension and contradiction permeate the construction of a clear and steady identity, sometimes moving itself towards the school culture while in other moments it unveils distinctive traits of the teachers’ practices Linked to the previous categories, there is one related to the subjective and fragile department policies related to professional formation. This category seems to indicate a central role in the construction of the teacher’s identity and a referential to the teacher’s practice, yet in the absence of such policies, the scattered distribution of human resources and their isolation in the many different spaces in the city of Porto Alegre allow them to outlive the existence of a political and pedagogical project. A key point dealt within this study is that the commitment of the institution towards permanent formation should help define the teacher’s identity, help articulate subjects and actions and allow teachers to overcome temporary difficulties caused by ideological and political matters. The study points to the significance a permanent formation structure has and that it should be based on teachers’ experience and provide them with the opportunity to share cases of success and seek solutions to overcome difficulties and contradictions.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/24826
Arquivos Descrição Formato
000749549.pdf (15.55Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.