Repositório Digital

A- A A+

A persistência da identidade regional na pintura das tradições gaúchas de Nelson Jungbluth (1921-2008)

.

A persistência da identidade regional na pintura das tradições gaúchas de Nelson Jungbluth (1921-2008)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A persistência da identidade regional na pintura das tradições gaúchas de Nelson Jungbluth (1921-2008)
Autor Santos, Amanda Kizzy Nicolle Schmidt dos
Orientador Avancini, José Augusto Costa
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais.
Assunto Antropologia interpretativa
Arte : Rio Grande do Sul
Iconografia
Jungbluth, Nelson, 1921-2008
Pintura : Rio Grande do Sul
[en] Art in Rio Grande do Sul
[en] Gaucho paintings
[en] Iconography
[en] Interpretative anthropology
[en] Nelson Jungbluth
Resumo A presente dissertação analisa a pintura de temática tradicionalista gaúcha, produzida na segunda metade do século XX e início do XXI no Rio Grande do Sul (RS), pelo artista Nelson Jungbluth (1921-2008). Pesquisamos e registramos em fotografia digital obras que estavam dispersas em espaços comerciais, livros e catálogos, reunindo um grupo significativo de trabalhos regionalistas, procedimento necessário para a análise empreendida nessa dissertação, mas que também possibilitará futuras pesquisas. Analisamos aspectos que são retratados pelo artista em ilustrações, telas e murais: o gaúcho e sua indumentária, as paisagens, o folclore e as praticas tradicionais sulinas. Procuramos identificar quais as fontes utilizadas por Jungbluth, que formação cultural é representada em seu trabalho e de que forma ele retoma as questões do passado em um contexto moderno e urbanizado. A análise dos temas representados pelo artista foi realizada partindo dos conhecimentos sobre a constituição e manutenção do imaginário sobre as tradições gaúchas. A pesquisa dos processos de criação das obras bem como a descrição e análise iconográfica foram realizadas com o auxílio da semiótica e compatibilizandoas com a Antropologia Interpretativa.
Abstract This dissertation analyzes traditional gaucho themes as depicted by artist Nelson Jungbluth (1921-2008) in works produced from the second half of the 20th century to the beginnings of the 21st. Works that had been scattered in galleries, books and catalogs are here united and registered in an effort that not only has made possible this present work, but also allows for future ones. Aspects of the artist’s work on illustration, paintings and wall decorations have been analyzed: the gaucho and his outfit, the landscapes, folklore and traditional southern practices. Attention has been paid to the sources used by the artist, to the kind of cultural frame that is presented through the imagery and how they rescue issues from the past under a modern, urban context. The themes in Jungbluth’s work have been analyzed in relation to the constitution and maintenance of the gaucho traditions as they have come to be perceived. Research on the artist’s creative process, as well as the iconographic descriptions and analyses have been produced using semiotics and interpretative anthropology as main tools.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/25632
Arquivos Descrição Formato
000754538.pdf (18.23Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.