Repositório Digital

A- A A+

A interação pai-bebê entre pais adolescentes e adultos

.

A interação pai-bebê entre pais adolescentes e adultos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A interação pai-bebê entre pais adolescentes e adultos
Outro título The father-baby interaction between adolescent and adult fathers
Autor Levandowski, Daniela Centenaro
Piccinini, Cesar Augusto
Resumo Embora muitos estudos investiguem a maternidade na adolescência, poucos têm investigado a paternidade adolescente. Uma vez que o adolescente precisa cumprir diversas tarefas próprias da fase na qual se encontra, ele tenderia a ficar sobrecarregado com as tarefas adicionais decorrentes da paternidade. Em virtude disso, sua interação com o bebê seria menos responsiva do que a de pais adultos. Nesse sentido, o objetivo deste estudo foi examinar eventuais diferenças entre pais adolescentes e adultos na interação com o bebê aos 3 meses de vida. Participaram do estudo 20 pais, sendo 9 adolescentes e 11 adultos, que esperavam seu primeiro filho. Quando o bebê completou 3 meses, foi realizada uma observação domiciliar da interação da díade pai-bebê. As análises não revelaram diferenças significativas na interação pai-bebê entre adolescentes e adultos. Estes resultados sugerem que a idade não é necessariamente um fator determinante da responsividade do pai em relação ao bebê. Ao contrário da expectativa inicial, estes adolescentes mostraram-se tão responsivos ao bebê quanto os pais adultos.
Abstract Although many studies have investigated adolescent motherhood, only a few have focused on adolescent fatherhood. It is believed that since the adolescent already has several tasks to deal with concerning his own adolescent period, he would be overwhelmed by the additional tasks regarding fatherhood. As a result, his interaction with his baby would be less responsive than an adult father´s. This study aimed at examining possible differences between adolescent and adult fathers´ interaction with their 3-month-old baby. Twenty fathers, 9 adolescents and 11 adults, participated in the study. A home observation of the father-baby interaction was carried out when the baby was 3 months old. The analyses did not reveal significant differences between adolescent and adult fathers´ interaction with the baby. These results suggest that age is not necessarily a determinant factor of father´s responsivity towards his baby. Contrary to the initial hypothesis, the adolescents were as responsive to the baby as the adult fathers.
Contido em Psicologia : reflexão e crítica. Porto Alegre. Vol. 15, n. 2 (2002), p. 413-424
Assunto Adolescente
Adulto
Bebê
Relação pais-filhos
[en] Adolescent
[en] Adult
[en] Baby
[en] Father
[en] Interaction
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/25666
Arquivos Descrição Formato
000375886.pdf (188.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.