Repositório Digital

A- A A+

Comportamentos indicativos de apego em crianças com autismo

.

Comportamentos indicativos de apego em crianças com autismo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comportamentos indicativos de apego em crianças com autismo
Outro título Attachment behaviors in children with autism
Autor Sanini, Cláudia
Ferreira, Gabriela Damasceno
Souza, Thiago Spillari
Bosa, Cleonice Alves
Resumo Este estudou investigou evidências de comportamentos de apego em crianças com autismo. Participaram 10 meninos com autismo, 10 com síndrome de Down e 10 com desenvolvimento típico, equiparados pela idade, cuja média foi de, aproximadamente, 4 anos. Uma sessão de observação de brincadeira livre, com cinco episódios, foi utilizada para avaliar os comportamentos interativos da criança com a mãe e com uma pessoa não-familiar (o estranho). Não foram encontradas diferenças significativas entre os grupos, quanto à maioria dos comportamentos de apego. Contudo, o grupo com autismo apresentou uma freqüência maior de comportamento de esquiva, do que os outros grupos, apenas no 1º episódio. As comparações intragrupos mostraram que as crianças com autismo interagiram mais com a mãe, do que com o estranho. Esses resultados demonstram a ocorrência de apego entre crianças com autismo e suas mães e as vantagens de se usar análises que considerem as peculiaridades desses comportamentos.
Abstract This study investigated the attachment behaviors in children with autism. Ten boys with autism, 10 boys with Down syndrome and 10 boys with typical development who were around 4 years old, participated in the study. A free-play session, which consisted of five episodes, was used to observe the interactive behaviors between the child and the mother, and also an unfamiliar person (the stranger). No significant differences were found among the three groups concerning most of the attachment behaviors. However, the children with autism presented a higher frequency of avoidant behavior, only in the first episode. The comparison of differences inside the group showed that children with autism interacted more with their mothers than with the stranger. These results show the attachment behavior among autistic children with their mothers and the advantages of using a coding system that takes into account the particularities of this behavior.
Contido em Psicologia : reflexão e crítica. Porto Alegre. Vol. 21, n. 1, (jan./abr. 2008), p. 60-65.
Assunto Apego
Autismo
Criança
Relação mãe-criança
Síndrome de Down
[en] Attachment
[en] Autism
[en] Mother-children interaction
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/25705
Arquivos Descrição Formato
000668112.pdf (172.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.