Repositório Digital

A- A A+

Egressos do ensino fundamental por ciclos e sua inserção no ensino médio : experiências em diálogo

.

Egressos do ensino fundamental por ciclos e sua inserção no ensino médio : experiências em diálogo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Egressos do ensino fundamental por ciclos e sua inserção no ensino médio : experiências em diálogo
Autor Titton, Maria Beatriz Pauperio
Orientador Moll, Jaqueline
Data 2010
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Aluno egresso
Ensino médio
Políticas públicas
Qualidade do ensino
[en] Cycles
[en] Dialogue groups
[en] High school
[en] Public policies
[en] Quality education
[en] Schools’ meaning
Resumo O presente estudo, intitulado “Egressos do Ensino Fundamental por Ciclos e sua Inserção no Ensino Médio”, teve como objetivo conhecer o que pensam egressos da escola por ciclos da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre/RS, sobre a escolarização nessa estrutura curricular e a sua inserção no ensino médio: a escola por ciclos que eles viveram faz alguma diferença nas suas trajetórias escolares e na forma como se percebem e são percebidos pelos outros? Através da metodologia de Grupos de Diálogo, os jovens estudantes puderam expressar opiniões, revelar expectativas e anseios, compartilhar lembranças e trocar experiências sobre as formas de enfrentamento e os modos de superação dos desafios na transição do ensino fundamental, a partir das escolas de origem, para o ensino médio, nas escolas de destino. Em suas narrativas, construídas em interação com outros jovens, é possível perceber ecos de diferentes vozes e discursos em circulação na e sobre a escola por ciclos, revelando múltiplas relações entre os ditos pelos alunos e os ditos pelos professores e gestores das escolas. Seus depoimentos revelam árduos processos de superação e confirmam a existência de um mal-estar quando os ciclos são utilizados, especialmente pelo seu princípio de não reprovação, para a justificativa de atos de discriminação, embora nem sempre assim sejam reconhecidos pelos jovens estudantes. O grave disso é que parecem estar aí associados outros preconceitos, como o de classe social e todas as suas implicações, uma vez que esses alunos são moradores de regiões periféricas da cidade, algumas delas de grande vulnerabilidade social. Essas situações acabam por alimentar as suas dúvidas quanto à validade de uma proposta diferenciada, pelo visto não dirigida a todos e somente a alguns, exatamente para aqueles, como eles, cujas diferenças não parecem valorizadas nos contextos escolares. As reflexões realizadas oferecem elementos, tanto para o debate sobre a qualidade da educação brasileira, como para a reflexão acerca da formulação e operacionalização de políticas públicas para a inclusão social, que podem submeter os sujeitos de suas ações a experiências que podem estar contribuindo menos do que se desejava para a garantia de seus direitos como cidadãos. Autores como Miguel Arroyo, Bernard Charlot, José de Souza Martins, Norbert Elias, Paulo Freire e Marília Sposito, entre outros, compõem o referencial teórico que orientou a construção da investigação e da tese dela resultante.
Abstract The present study entitled “Elementary school graduates through cycles and its insertion in high school” had as aim to know what graduates think about the school by cycles of municipal schools in Porto Alegre/RS, about education in this curricular structure and its insertion on high school: Do the schools which they lived by cycles makes any difference on their school history and on the way the perceive and are perceived by others? Through the methodology of dialogue groups, young students were able to express their opinion, reveal their expectations and desires, share memories and exchange experience on ways of coping and ways of overcoming challenges in the transition of elementary school, from schools of origin, to high school, in the schools of destination. In their narratives, constructed through interaction with others young people it‟s was possible to perceive echoes of different voices and discourses in circulation on and about the school by cycles, revealing multiple relationships between the sayings by students and the sayings by the teachers and schools‟ managers. Their testimonials reveal arduous process of overcoming and confirm the existence of an upset when cycles are used specially by its principle of non-repetition, to justify acts of discrimination even though they are not always recognized by the young students. The serious problem is that they seem to be related with others prejudices such as social class and all its implication, some of these students live in poor areas of the city and some of them in great social vulnerability. This situation end up by creating their doubts regarding the validity of a different proposal, apparently not addressed to all and only to some ones, exactly by those whose difference do not seem valued in schools contexts. The reflections offer elements such as to debate about Brazilian education quality but also to reflect on formulation and public polices of operationalization for social inclusion which may undertake the subjects of their actions to experience that can contribute less that the expected to the guarantee of their rights as citizens. Authors such Miguel Arroyo, Bernard Charlot, Jose de Souza Martins, Norbert Elias, Paulo Freire and Marilia Sposito, among others constitute the theoretical part which guided the construction of the research and the resulting thesis.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/25844
Arquivos Descrição Formato
000754920.pdf (1.053Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.