Repositório Digital

A- A A+

Avaliação do comportamento à fadiga de uma junta soldada do aço API 2H Grau 50

.

Avaliação do comportamento à fadiga de uma junta soldada do aço API 2H Grau 50

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação do comportamento à fadiga de uma junta soldada do aço API 2H Grau 50
Outro título Evaluation of fatigue behavior of a joint welded steel api 2h grade 50
Autor Santos, Juliano Pinheiro dos
Orientador Mazzaferro, Jose Antonio Esmerio
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Mecânica.
Assunto Engenharia mecânica
[en] Fatigue
[en] Steel API 2H
[en] Welding joint
Resumo O presente trabalho tem por objetivo avaliar o comportamento a fadiga do metal de base, da região de grãos grosseiros e região intercrítica de uma junta soldada do aço API 2H Grau 50 utilizado em estruturas off-shore, soldado através do processo de eletrodo tubular. Os ensaios de fadiga foram a temperatura ambiente, utilizando razões de carregamento de 0,1 e 0,5 a 20 Hz. Os resultados dos testes de fadiga foram obtidos através do levantamento dos coeficientes da equação de Paris para a região de crescimento estável (região 2), na forma de curvas de tamanho de trinca por ciclo (a vs. N) e taxa de propagação por amplitude do fator de intensidade de tensão (da/dN vs. K). Pôde-se inferir que os corpos de prova submetidos a R=0,5 apresentam menor vida em fadiga e que as diferentes regiões da zona termicamente afetada apresentam um comportamento à fadiga muito parecido. Verificou-se também os resultados obtidos com resultados recomendado por norma.
Abstract This study aims to evaluate the fatigue behavior of the base metal, the region of coarse grains and intercritical region of a welded joint of steel API 2H Grade 50 used in offshore structures, welded by flux cored arc welding process. Fatigue tests were at room temperature, using force ratio of 0.1 and 0.5 to 20 Hz. The fatigue test results were performed obtained through the survey of the Paris’s coefficients of for the stable growth region (region 2) in the form of crack length per cycle curves (a vs. N) and propagation rate of amplitude of stress intensity factor (da / dN vs. K). It might be inferred that the specimens subjected to R = 0.5 have lower fatigue lives and that different regions of the heat affected zone exhibit behavior very similar with respect to fatigue. The experiments results were compared to the ones defined by an applied standart.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/25917
Arquivos Descrição Formato
000754149.pdf (2.362Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.