Repositório Digital

A- A A+

Efeito do exercício aeróbio associado ao consumo de refeição rica em carboidratos sobre a concentração sanguínea de grelina acilada e a sensação de fome

.

Efeito do exercício aeróbio associado ao consumo de refeição rica em carboidratos sobre a concentração sanguínea de grelina acilada e a sensação de fome

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito do exercício aeróbio associado ao consumo de refeição rica em carboidratos sobre a concentração sanguínea de grelina acilada e a sensação de fome
Autor Becker, Geórgia Franco
Orientador Oliveira, Álvaro Reischak de
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Apetite
Carboidratos
Exercicios fisicos
Fisiologia do exercício
Resumo OBJETIVO: Investigar o efeito de uma sessão de exercício aeróbio associada a uma refeição rica em carboidratos (CHO) sobre as concentrações plasmáticas de grelina acilada e a sensação de fome. MATERIAIS E MÉTODOS: Oito voluntários homens saudáveis participaram de dois protocolos de estudo, exercício (PE) e controle (PC). No PE, os participantes compareceram ao laboratório e consumiram uma refeição rica em CHO, e após um período de 2 h em repouso, realizaram 60 minutos de exercício em cicloergômetro com intensidade 10% abaixo do segundo limiar ventilatório (LV2). Após o exercício, permaneceram mais 1 h em repouso. No PC, após o consumo da refeição rica em CHO, os indivíduos permaneceram apenas em repouso durante todo o protocolo. Cinco coletas de sangue foram realizadas ao longo dos protocolos para determinar os níveis de grelina acilada, glicose, insulina, colesterol total (CT) e triglicerídeos (TG). A sensação de fome foi avaliada por meio de uma escala visual. RESULTADOS: Houve supressão da fome após o consumo da refeição no PE e PC (p=0,028 e p=0,011, respectivamente). A fome voltou a aumentar no PC no período referente à sessão de exercício (p=0,017) e permaneceu suprimida, sem diferenças significativas, no PE. Os níveis de grelina acilada estavam suprimidos no PE quando comparado ao PC ao final do exercício (24,4±8,1 vs. 55,8±33,3 pg/dl, respectivamente; p=0,017). Os resultados mostraram uma associação positiva entre os níveis de grelina acilada e a sensação de fome (B=0,768; P=0,026; R2=0,521). Observamos correlações inversas entre os níveis de grelina acilada e os níveis de insulina, CT e TG em diferentes momentos/períodos dos protocolos de estudo. CONCLUSÕES: O exercício proposto manteve a supressão da sensação de fome causada pela refeição. Houve redução dos níveis de grelina acilada ao final da sessão de exercício. Apesar de existir uma associação entre os níveis de grelina acilada e a sensação de fome, fatores adicionais devem estar envolvidos no mecanismo de regulação do apetite. Este fenômeno pode envolver as concentrações de insulina, CT e TG sanguíneos.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/25944
Arquivos Descrição Formato
000755938.pdf (2.452Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.