Repositório Digital

A- A A+

Laje zero em edificações de múltiplos pavimentos : comparação com o sistema construtivo tradicional

.

Laje zero em edificações de múltiplos pavimentos : comparação com o sistema construtivo tradicional

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Laje zero em edificações de múltiplos pavimentos : comparação com o sistema construtivo tradicional
Autor Allgayer, Maurício Oscar
Orientador Cremonini, Ruy Alberto
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Muitas obras hoje empregam o sistema construtivo de lajes acabadas, também conhecido como sistema laje zero, usando-o em substituição aos métodos construtivos até então executados na construção civil. Esta mudança faz parte de um extenso processo de racionalização que o setor da construção civil vem apresentando nos últimos anos, no qual se tem a preocupação da interface entre o projeto para produção e a execução de fato, fazendo com que, por exemplo, se reduzam cada vez mais as perdas e desperdícios. Este trabalho compara, através de observações, aprofundamento do conhecimento e considerações estruturais, dois sistemas construtivos de lajes em concreto armado maciças: a tracicional e a zero. Na sua execução, o sistema laje zero não difere apenas no acabamento superficial dado ao concreto, mas também, em fatores que ocasionam inúmeras alterações em relação ao sistema tradicional, como processo de projeto, sistema de fôrmas, escoramentos, armaduras, concretagem e outros. Defendido por vários construtores modernos, devido a fatores como redução no consumo de materiais, por exemplo, o sistema construtivo laje zero tem ocupado cada vez mais espaço nas obras de múltiplos pavimentos. Porém, há ainda os que defendam o sistema tradicional, destacando fatores como a não necessidade de projeto para a produção, mão de obra especializada e equipamentos especiais, sem falar no aumento de proteção acústica que esse sistema proporciona, devido à espessa camada de contrapiso sobre a laje. Algumas dessas questões foram analisadas através de uma pesquisa de cunho teórico-prático, desenvolvida através de pesquisa bibliográfica e acompanhamento de dois empreendimentos em fase de construção na cidade de Porto Alegre/RS, sendo que um utilizou o sistema laje zero e o outro, o sistema tradicional com execução de contrapiso. O trabalho de pesquisa apresentou, em forma de resultados, as diversas alterações que a opção pelo sistema laje zero causa na produção de lajes em concreto armado. Entre estas, pode-se destacar a exigência de um controle de qualidade mais rigoroso, ganho de tempo em questões de prazo de obra e redução de custos. Apesar disso, foi demonstrado um déficit no que diz respeito à proteção acústica, pelo fato de eliminar o contrapiso.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/26072
Arquivos Descrição Formato
000755764.pdf (2.276Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.