Repositório Digital

A- A A+

Projeto social esportivo : impacto no desempenho motor, na percepção de competência e na rotina de atividades infantis dos participantes

.

Projeto social esportivo : impacto no desempenho motor, na percepção de competência e na rotina de atividades infantis dos participantes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Projeto social esportivo : impacto no desempenho motor, na percepção de competência e na rotina de atividades infantis dos participantes
Autor Brauner, Luciana Martins
Orientador Valentini, Nadia Cristina
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Atividade motora
Desenvolvimento infantil
Políticas públicas
Programa de saúde
[en] Child development
[en] Intervention studies
[en] Motor activity
[en] Program evaluation
[en] Public policies
Resumo O objetivo desta pesquisa foi verificar o impacto da participação em um projeto social esportivo em crianças, investigando mudanças no desempenho motor (DM), na percepção de competência (PC) e na rotina de atividades infantis dos participantes identificando possíveis diferenças relacionadas ao sexo nas variáveis analisadas. A amostra foi composta inicialmente por 140 crianças de ambos os sexos com idades entre 5 e 9 anos, alunos de escolas públicas da cidade de Porto Alegre/RS, distribuídas em grupo interventivo (GI) e grupo controle (GC). Onze participantes do GI não participaram do pós-teste sendo assim excluídos do estudo, assim como seus pares no GC, de forma que a amostra final foi composta por 118 crianças. Os instrumentos utilizados na coleta dos dados foram o Teste de Desenvolvimento Motor Grosso (ULRICH, 2000), adaptado e validado para a população brasileira por Valentini e colaboradores (2008), para análise do DM; a escala “Pictorial Scale of Perceived Competence and Acceptance for Young Children” (HARTER; PIKE, 1980) e a Escala de Autopercepção de Harter (1985), validada no Brasil por Valentini e colaboradores (no prelo), para averiguação da PC; questionário de Neto e Serrano (1997), adaptado por Berleze (2002), para avaliar a rotina de atividades infantis dos participantes; e questionário simples elaborado para a pesquisa para investigar a prática de atividade física dos participantes durante o período interventivo. Os resultados indicam: (1) DM inicial abaixo do esperado para ambos os grupos; (2) mudanças positivas e significativas no DM dos participantes de GI e desempenho superior a GC no pós-teste; (3) DM semelhante em relação ao sexo em GI e significativamente diferente em GC, favorável aos meninos; (4) níveis elevados de PC em todos os domínios avaliados; (5) níveis similares de PC entre os grupos no pré e no pós-teste; (6) mudanças positivas na PC atlética, social e na soma das subescalas somente para GI; (7) PC similar entre meninos e meninas; (8) maior envolvimento dos participantes de GI e GC em atividades sedentárias e de movimentação restrita, em detrimento de atividades de ampla movimentação; (9) envolvimento familiar em atividade física mais freqüente entre os irmãos dos participantes; (10) mudanças positivas na rotina de atividades infantis de GI e mudanças negativas na rotina dos participantes de GC; e (11) rotinas semelhantes entre os sexos para os participantes de GI e GC. A participação em um projeto social esportivo baseado em propostas metodológicas eficazes e condizentes com as necessidades dos participantes promoveu mudanças positivas em parâmetros motores e psicológicos e na rotina de atividades das crianças no ambiente familiar, contribuindo assim para o desenvolvimento dos participantes.
Abstract This research objective was to evaluate the impact of participating in a sports social project in children by investigating changes in motor performance (MP) in perceived competence (PC) and the changes in routine activities for children, as well as identifying possible differences related to gender in the investigated variables. The original sample consisted of 140 children from both genders, aged between 5 and 9 years old, studying in public schools from Porto Alegre/RS, divided into intervention group (IG) and control group (CG ). Eleven participants in the IG didn’t participate on post-test and was therefore excluded from the study, as well as their peers in the CG, so the final sample comprised 118 children. The instruments used in data collection were the Test of Gross Motor Development (ULRICH, 2000), adapted and validated for the Brazilian population by Valentini et al. (2008) for MP analysis, the Pictorial Scale of Perceived Competence and Acceptance for Young Children (HARTER; PIKE, 1980) and the Self-Perception Profile for Children (HARTER, 1985), validated in Brazil by Valentini et al. (in press) to investigate the PC, a questionnaire developed by Neto and Serrano (1997) and adapted by Berleze (2002) to assess participant's routine activities and a questionnaire developed for this research to investigate the participants physical activity during the intervention period. The results indicate: (1) initial MP above than expected for both groups, (2) significant and positive changes in MP from pre- to post-test for the IG and better MP for GI when compared to CG in the post-test; (3) similar MP regarding gender in GI and significantly different MP in CG, for male gender, (4) high levels of PC in all the evaluated subscales, (5) similar levels of PC between the groups in pre-and post- test, (6) positive changes in the athletic and social PC, as in the sum of the subscales, only for GI, (7) similar PC between boys and girls, (8) greater involvement of the participants of the IG and CG in sedentary and movement restricted activities, over broad movement activities, (9) the family involvement in physical activity was more effective among participants’ siblings (10) positive changes in routine activities for IG children and negative changes in CG (11) similar routine activities between genders for the participants of the IG and CG. Engaging in a sport social project based on effective methodological proposals that are suitable for the participants’ needs fosters positive changes in motor and psychological parameters and in the routine activities of children in the family environment, thus contributing to the development of the participants.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/26088
Arquivos Descrição Formato
000756607.pdf (1.133Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.