Repositório Digital

A- A A+

A motivação na ginástica rítmica : um estudo descritivo correlacional entre dimensões motivacionais e autodeterminação em atletas de 13 a 16 anos

.

A motivação na ginástica rítmica : um estudo descritivo correlacional entre dimensões motivacionais e autodeterminação em atletas de 13 a 16 anos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A motivação na ginástica rítmica : um estudo descritivo correlacional entre dimensões motivacionais e autodeterminação em atletas de 13 a 16 anos
Autor Fontana, Patrícia Silveira
Orientador Balbinotti, Carlos Adelar Abaide
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Adolescente
Atletas
Ginástica rítmica
Motivação
[en] Motivation
[en] Rhythmic gymnastics
[en] Young athletes
Resumo O objetivo geral deste estudo é testar e discutir as correlações (intensidade, sinal, e significância) intra e interdimensões de dois inventários: Inventário de Motivação à Prática Regular de Atividades Físicas e Esportivas (IMPRAFE-126) e o Inventário de Autodeterminação para Praticantes Regulares de Atividades Físicas e Esportivas (IAPAFE-25). O IMPRAFE-126 avalia seis dimensões motivacionais à prática regular de atividade física e esportiva (Controle de Estresse, Saúde, Sociabilidade, Competitividade, Estética e Prazer); enquanto que o IAPAFE-25 avalia cinco níveis de autodeterminação propostos pela Teoria da Autodeterminação: Motivação Intrínseca, Regulação Identificada, Regulação Introjetada, Regulação Externa, e Amotivação. Tais correlações permitirão detectar em que níveis de autoregulação o IMPRAFE-126 mede as seis dimensões motivacionais, considerando os cinco níveis de autodeterminação avaliados pelo IAPAFE-25. Para responder adequadamente ao objetivo geral foi necessário examinar as intensidades, sinais e níveis de significância das seguintes correlações: (a) as seis dimensões motivacionais com as cinco dimensões de autodeterminação; (b) os itens do IMPRAFE-126 com as cinco dimensões de autodeterminação. Através dessas análises pretende-se apresentar algumas orientações para a condução das atividades de treino. Para tanto, o estudo contou com a participação de uma amostra de 62 atletas de Ginástica Rítmica (GR) do sexo feminino com idades de 13 a 16 anos, participantes de campeonatos estaduais e escolares no estado do Rio Grande do Sul. Os resultados das correlações intradimensões do IMPRAFE-126 indicaram que o “Prazer” é a dimensão que melhor representa o perfil motivacional das atletas avaliadas, correlacionando-se de maneira significativa com as outras cinco dimensões motivacionais do IMPRAFE-126. Cabe salientar que a “Competitividade” também se destaca enquanto uma dimensão motivacional relevante, quando associada às dimensões “Controle de Estresse”, “Saúde” e “Sociabilidade”. Quanto às correlações intradimensões do IAPAFE-25, constatou-se que os maiores índices correlacionais ocorreram nos estilos mais internos de motivação, caracterizando um comportamento mais autônomo destas atletas. Com relação aos objetivos específicos, os resultados foram os seguintes: (a) nas correlações interdimensões dos inventários IMPRAFE-126 e IAPAFE-25, os maiores índices ocorreram nos estilos mais internos de motivação, caracterizando um comportamento autodeterminado das atletas; (b) nas correlações entre os itens do IMPRAFE-126 e as dimensões do IAPAFE-25, foi possível constatar que as correlações significativas ocorreram nos estilos mais internos de motivação. Esses resultados indicam que é preciso orientar a prática regular da GR no sentido de fortalecer a Motivação Intrínseca e proporcionar prazer ao praticante. Sugere-se que estudos dessa natureza sejam realizados com atletas de outras modalidades esportivas, visando aprofundar o conhecimento sobre essa temática.
Abstract The general objective of this study is to test and discuss the correlations (intensity, sign and significance) intra and interdimensions of two inventories: “Inventário de Motivação à Prática Regular de Atividades Físicas e Esportivas” (IMPRAFE-126) and “Inventário de Autodeterminação para Praticantes Regulares de Atividades Físicas e Esportivas” (IAPAFE-25). The IMPRAFE-126 assesses six motivational dimensions to the regular practice of physical activity and sport (Stress’ Control, Health, Sociability, Competitiveness, Aesthetic and Pleasure), while the IAPAFE-25 assesses five levels of self-determination proposed by the Self- Determination Theory: Intrinsic Motivation, Identified Regulation, Introjected Regulation, External Regulation, and Amotivation. Carrying out such correlations will allow detecting in what levels of self-regulation the IMPRAFE-126 measures the six motivational dimensions, considering the five levels of self-determination assessed by the IAPAFE-25. In order to adequately answer the general objective of this study it was necessary to examine the intensities, signs and levels of significance of the following correlations: (a) the six motivational dimensions in relation to the five selfdetermination dimensions; (b) the items of the IMPRAFE-126 in relation to the five self-determination dimensions. Throughout these analyses we also intent to present some guidelines for conducting physical activity and sport training sessions. The sample was composed of 62 female athletes of Rhythmic Gymnastics (RG) with age from 13 to 16 years who participate in Rio Grande do Sul State and school championships. The results of the intradimensions of the IMPRAFE-126 indicated that “Pleasure” is the dimension that better represents the motivational profile of the athletes that participate in the study, correlating in a significant manner with the other five motivational dimensions of the IMPRAFE-126. “Competitiveness” is also a relevant motivational dimension when associated to the dimensions of “Stress’ Control”, “Health” and “Sociability”. In respect to the intradimensions’ correlation of the IAPAFE-25, the highest indices occurred in the more internal forms of motivation. This characterizes a more autonomous behavior of these athletes. In relation to the specific objectives, the results were the following: (a) in the interdimensions’ correlation of the IMPRAFE-126 and IAPAFE-25, the highest indices occurred in the more internal forms of motivation, characterizing a self-determined behavior of the athletes; (b) in the correlations between the items of the IMPRAFE-126 and the dimensions of the IAPAFE-25, the significant correlations occurred in the more internal forms of motivation. These results indicated that it is necessary to orient the regular practice of RG in a way to strength the Intrinsic Motivation and must give pleasure to the athletes. For a better understanding of the matter, it is necessary to carry out new studies including other sports.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/26198
Arquivos Descrição Formato
000757114.pdf (1.105Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.