Repositório Digital

A- A A+

Estratégias para redução protéica de dietas para frangos de corte

.

Estratégias para redução protéica de dietas para frangos de corte

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estratégias para redução protéica de dietas para frangos de corte
Outro título Non-traditional amino acid supplementation to improve the broilers production efficiency
Autor Berres, Josemar
Orientador Vieira, Sérgio Luiz
Data 2010
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Dieta
Frango de corte
Nutricao animal
Proteina
Resumo A presente tese foi realizada com o objetivo de estudar as relações entre valina (VAL) e isoleucina (ILE), determinar as exigências de valina e a razão pela qual dietas de baixo conteúdo protéico tendem a causar queda no desempenho de frangos de corte. Desta forma, três experimentos foram conduzidos utilizando dietas a base de milho e farelo de soja e linhagens de frangos de corte comercialmente disponíveis. No primeiro estudo foram avaliadas deficiências de VAL e ILE em dietas práticas para frangos de 14 a 35 dias de idade. Tanto VAL quanto ILE foram limitantes para o ganho de peso dos frangos, não sendo possível identificar com precisão a ordem de limitação destes dois aminoácidos, o que sugere uma co-limitação entre eles. No segundo experimento, foram determinadas as exigências de VAL para frangos entre 21 e 42 dias de idade. Os níveis de VAL digestível considerados ideais por meio de regressão linear foram de 0,82 e 0,81% para ganho de peso e conversão alimentar. Entretanto, quando utilizado o método de linha-quebrada o platô para estas mesmas respostas foi obtido com 0,81 e 0,76% de VAL digestível. No terceiro experimento, a suplementação de L-VAL, L-ILE, Glicina (GLY) e/ou L-Ácido glutâmico (L-GLU) (PB) em níveis idênticos aos apresentados por uma dieta controle tida como padrão da indústria indicou influência do nível de nitrogênio sobre o desempenho das aves. Glicina e ácido glutâmico melhoraram o ganho de peso e conversão alimentar das aves. Os benefícios no crescimento devidos ao fornecimento de GLY foram majoritariamente observados em fases iniciais do crescimento das aves enquanto a suplementação de GLU monstrou-se vantajosa ao longo de todo o período experimental. Adições de VAL, ILE, GLU e GLY resultaram em maior deposição de carne de peito em relação as dietas suplementadas somente com valina. Conclui-se que o fornecimento de dietas de reduzido conteúdo protéico fica restrito a utilização de relações precisas entre VAL, ILE e LYS, além do fornecimento adequado de glicina em fases iniciais. O fornecimento de L-GLU como fonte de nitrogênio em dietas de reduzido conteúdo protéico é uma alternativa para a obtenção de desempenho similar ao apresentado por frangos alimentados com dietas de maior conteúdo protéico.
Abstract This thesis was carried out to understand the relationships between valine (VAL) and isoleucine (ILE), to determine the requirements of valine and why low protein diets tend to cause drop in broilers performance. Thus, three experiments were conducted using corn and soybean meal diets and broilers strain crosses commercially available. In first study were assessed deficiencies of VAL and ILE in practical diets for broilers from 14 to 35 days of age. VAL and ILE showed limitations on the body weight gain of broilers and it was impossible identify precisely the order of limitation of these two amino acids, suggesting a co-limitation between them. In the second experiment VAL requirements were determined for broilers between 21 and 42 days of age. Ideal digestible levels of VAL considering linear adjustments were 0.82 and 0.81% for body weight gain and feed conversion ratio. However, when used the method of broken-line linear model the plateau for these same responses were obtained with 0.81 and 0.76% of digestible VAL level. In the third experiment, the supplementation of VAL, ILE, Glycine (GLY) and/or Glutamic acid (GLU) as crude protein source at levels similar to those presented by a standard industry diet indicated a strong influence of nitrogen level on the performance of birds. GLY and GLU improved body weight gain and feed conversion of birds. The benefits in growth due to the supply of GLY were mostly observed in early stages of birds growth while the supplementation of GLU showed advantage throughout the experimental period. Additions of VAL, ILE, GLU and GLY showed a higher deposition of breast meat for diets supplemented only with valine. It is concluded that the provision of low protein content diets is restricted to the use of precise relationships between VAL, ILE and LYS, and providing adequate glycine in the early stages. The supply of L-GLU as a source of nitrogen in diets of low protein content is an alternative for obtaining similar performance presented by broilers fed diets of higher protein content.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/26300
Arquivos Descrição Formato
000757505.pdf (884.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.