Repositório Digital

A- A A+

A tragédia da cultura na era da técnica : Georg Simmel

.

A tragédia da cultura na era da técnica : Georg Simmel

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A tragédia da cultura na era da técnica : Georg Simmel
Autor Rüdiger, Francisco
Resumo Georg Simmel, embora pouco conhecido entre nós, conta-se entre os primeiros críticos ocidentais a pensar o futuro da cultura na era da técnica. Destoando dos juízos correntes em seu tempo (1900), o pensador não viu nesse processo um estágio superior da marcha do progresso, relacionando-o antes com a crise da cultura para a qual havia nos alertado Nietzsche. As considerações seguintes pretendem dar conta da maneira como sua reflexão sobre a tragédia da cultura que tem lugar em nosso tempo comporta um exame do sentido da técnica que pode nos ajudar a pensar o problema das novas tecnologias de comunicação, após ter se tornado um motivo recorrente nos escritos de vários pensadores da técnica de nosso século, de Oswald Spengler e Heidegger a Jacques Ellul, Yves Barel, Arthur Kroker e Eduardo Subirats.
Contido em Intexto: revista do Mestrado da Comunicação UFRGS. N. 1 (1999), [não paginado]
Assunto Cultura
Novas tecnologias
Simmel, Georg, 1858-1918 : Crítica e interpretação
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/26555
Arquivos Descrição Formato
000296323.pdf (354.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.