Repositório Digital

A- A A+

Análise dos instrumentos utilizados para a avaliação do risco da ocorrência dos D.O.R.T./L.E.R.

.

Análise dos instrumentos utilizados para a avaliação do risco da ocorrência dos D.O.R.T./L.E.R.

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise dos instrumentos utilizados para a avaliação do risco da ocorrência dos D.O.R.T./L.E.R.
Autor Signori, Luis Ulisses
Guimaraes, Lia Buarque de Macedo
Sampedro, Renan Maximiliano Fernandes
Resumo O presente estudo buscou analizar a aplicabilidade e a fidedignidade de 9 instrumentos utilizados pelos ergonomistas na avaliação e classificação dos riscos de ocorrência dos D.O.R.T./L.E.R.. Os instrumentos selecionados foram: os Chek Lists de Lifshitz e Armstrong (1986 apud OLIVEIRA, 1998) , Keyserling et al. (1993) e Couto (1998); os critérios semiquantitativos de Karu, Kansi e Kuorinka (1977) conhecido como OWAS, o protocolo de Rodgers (1992), o de McAtamney e Corlett (1993) denominado RULA e o protocolo de Malchaire (1998); e os critérios quantitativos de Moore e Garg (1995) e a minuta da International Ergonomics Association desenvolvida por Colombini et al. (1999). Dezoito acadêmicos do 8º período do Curso de Fisioterapia da UNICRUZ utilizaram os nove instrumentos na avaliação de dois postos de trabalho da indústria eletroeletrônica. O critério de seleção dos postos foi a repetitividade da tarefa, sendo um posto com ciclo repetitivo (ciclo < que 30s) e outro não. Os resultados apresentaram uma grande variabilidade intra e intergrupo, o que representa uma baixa fidedignidade nos instrumentos de avaliação, podendo um mesmo posto de trabalho apresentar uma classificação de baixo, moderado ou alto risco de ocorrência dos D.O.R.T./L.E.R., dependendo do protocolo utilizado e do analista. Os instrumentos que apresentaram menor variação de resultados foram o OWAS (KAHRU et al., 1977) na análise do segmento dos membros inferiores, I.E.A. Colombini et al. (1999) na análise dos membros superiores e RULA (1993) na análise geral do posto.
Abstract The study analyses the applicability and reliability of nine different instruments used by ergonomists for WMSDS/ CTDs’s risk evaluation. The selected instruments were: the Check Lists of Lifshitz and Armstrong* (1986 apud OLIVEIRA, 1998), Keyserling et al. (1993) and Couto (1998); the semiquantitative criterion of: Karu, Kansi and Kuorinka (1977) well-known as OWAS, Rodgers (1992), Malchaire (1998), and McAtamney and Corlett (1993), named RULA; and the quantitative criterion of: Moore & Garg (1995), and the memorandum of the International Ergonomics Association written by Colombini et al. (1995). The instruments were used by eighteen physiotherapists for the analisys of two different assembly workplaces at an electronic industry: one wokplace was defined as repetitive (cycle < than 30s) and the other one, not-repetitive. The results showed a great variance intra and intergroup, which represents a low reliability of the instruments used for evaluation: a same workplace was classified as low, moderate or high risk for the occurrence of WMSDS/CTDs, depending on the analyst and the instrument used. The instruments with less result variability were: OWAS (KAHRU et al., 1977) on the analysis of the lower limbs, I.E.A. Colombini et al. (1999) on the analysis of the upper limbs and RULA (1993) on the general evalution of the workplace.
Contido em Produto e producao. Porto Alegre, RS. Vol. 7, n. 3 (out. 2004), p. 51-62
Assunto Doença ocupacional : Risco : Avaliação
[en] Instruments for posture analysis
[en] W.M.S.D.S/C.T.D.
[en] Workstation
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/26592
Arquivos Descrição Formato
000531303.pdf (294.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.