Repositório Digital

A- A A+

Motivação à prática regular de atividades físicas : um estudo com praticantes em academias de ginástica de Porto Alegre

.

Motivação à prática regular de atividades físicas : um estudo com praticantes em academias de ginástica de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Motivação à prática regular de atividades físicas : um estudo com praticantes em academias de ginástica de Porto Alegre
Autor Capozzoli, Carla Josefa
Orientador Balbinotti, Marcos Alencar Abaíde
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Academia de ginastica
Atividade física
Motivação
[en] Adults
[en] Gyms
[en] Motivation
[en] Physical activities
Resumo Pesquisas sobre motivação, com indivíduos de diferentes faixas etárias e em variados contextos esportivos, têm recebido destaque na literatura relacionada ao esporte, notadamente aquela relacionada à Psicologia do Esporte. A questão central dessa pesquisa é avaliar diferentes dimensões motivacionais associadas à pratica regular de atividades físicas com praticantes em academias de ginástica do município de Porto Alegre/RS. Foram definidas seis dimensões motivacionais associadas à prática regular de atividade física: Controle de Estresse, Saúde, Sociabilidade, Competitividade, Estética e Prazer. Mais especificamente, o estudo procurou verificar a existência (ou não) de diferenças estatisticamente significativas (p < 0,05) entre os índices motivacionais destas seis dimensões, controlando-se as seguintes variáveis: “Sexo”, “Grupo de Idade”, “Treinamento”, “Tempo de Prática”, “Freqüência de Prática” e “Modalidade”. O IMPRAF-126 (BALBINOTTI, 2003) foi respondido por 300 praticantes de ginástica em academias de Porto Alegre, de ambos os sexos e com idades variando entre 18 e 65 anos. Constatou-se que a dimensão que mais os motiva é a Saúde seguida, respectivamente, pelas dimensões Prazer, Estética, Controle de Estresse, Sociabilidade e Competitividade. Explica-se esse resultado quando identificamos o fator motivacional Saúde relacionado com a melhoria da aptidão física, com o incremento da vitalidade, com a diminuição de fatores de riscos para doenças, e ganhos na qualidade de vida. Quanto maior a faixa etária dos sujeitos pesquisados, maior foi o “valor” atribuído à dimensão Saúde. Outros importantes resultados estão apresentados e discutidos. Conclui-se que a motivação dos sujeitos testados se origina, predominantemente, por suas motivações extrínsecas. Novas pesquisas são importantes para que se possa melhor mapear as dimensões motivacionais de diferentes praticantes, de acordo com suas atividades físicas regulares.
Abstract Researches about motivation with individuals from different ages in a variety of sportive contexts, has got distinction in literature related to sport, especially in the one related to sport psychology. The purpose of this study is to explore and evaluate different motivational dimensions associated to regular physical activities practice in gym users in the city of Porto Alegre. Six motivational dimensions associated to the regular practice of physical activities were observed: stress control, health, sociability, competitive, esthetics and pleasure. More specifically, this study pretended to verify significant statistical differences (p< 0,05) between the motivational rates from the six dimensions and controlled variables: “gender”, “group age”, “training”, “practice time”, “frequency time” and “modality”. The IMPRAF-126 (Balbinotti, 2003) was answered by 300 gymnastics users, from Porto Alegre gyms, of both genders and ages between 18 and 65 years old. The research established that the dimension that mainly motivated them is health followed, respectively, by pleasure, esthetics, stress control, sociability and competitive. The results are explained when identifying the motivational factor health related with the improvement of physical capacity, increasing vitality, decreasing risk factors to diseases and quality life gain. It is perceived that the higher was the age of participants, the higher was the value related to health. The results of this study suggest that the participants’ motivation begins, predominantly, from their extrinsic motivation. Additional studies are important in order to acknowledge better the motivational dimensions in different users according to their regular physical activities.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/26880
Arquivos Descrição Formato
000762074.pdf (958.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.