Repositório Digital

A- A A+

Preenchimento de falhas de dados de ondas e cálculo da profundidade de fechamento para a região de Tramandaí, Rio Grande do Sul

.

Preenchimento de falhas de dados de ondas e cálculo da profundidade de fechamento para a região de Tramandaí, Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Preenchimento de falhas de dados de ondas e cálculo da profundidade de fechamento para a região de Tramandaí, Rio Grande do Sul
Autor Perotto, Heitor
Orientador Almeida, Luiz Emílio de Sá Brito de
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Geologia marinha
Ondas do mar
Tramandaí, Região de (RS)
Resumo As ondas são uma das fontes energéticas mais importantes para a modelagem da geometria das costas em todo o mundo e constituem-se uma ameaça às obras costeiras e operações em mar aberto. O clima de ondas tem grande influência nos processos erosivos de uma praia com isso conhecer seu comportamento no tempo e no espaço é necessário para resolver as dinâmicas destes processos e também para a realização de obras costeiras, recuperação e reconstrução praial e operações em mar aberto. A profundidade de fechamento assim como o limite oceânico são parâmetros importantes para o estabelecimento dos limites de movimento dos sedimentos. Os objetivos deste trabalho são preencher as falhas de dados do ondógrafo, utilizando dois métodos estatísticos: regressão simples e regressão múltipla. E também calcular por meio de equações empíricas a profundidade de fechamento e o limite oceânico empregando-se os dados não preenchidos e os dados preenchidos. Este trabalho utilizou-se dados de um ondógrafo, coletados no ano de 2007 de Janeiro a Setembro na costa do litoral norte do Rio Grande do Sul. Para o preenchimento foi utilizado os métodos de regressão simples e múltipla utilizando dados do modelo WAVEWATCH III, procedentes do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos e da estação meteorológica de Tramandaí. Com base nestes dados foram calculados diversos parâmetros estatísticos para verificar qual dos métodos alcançou a melhor resposta para o preenchimento das falhas. A profundidade de fechamento e o limite oceânico foram calculados utilizando fórmulas empíricas de Hallermeier (1981) e Birkemeier (1985) tanto para os dados não preenchidos como para os dados preenchidos. Os resultados obtidos mostraram que a regressão múltipla apresentou um melhor preenchimento segundo os parâmetros estatísticos e que os valores da profundidade de fechamento variaram entre 6,87 e 4,84 m, 6,62 e 4,74 m, 6,74 e 4,82 m para os dados não preenchidos, regressão simples e múltipla respectivamente e entre 30,20 e 24,80 m, 30,57 e 25,39 m, 30,77 e 25,51 m para o limite oceânico.
Abstract The waves are one of the most important energy sources for modeling the geometry of the coasts in the world and constitute a threat to coastal works and operations in open sea. The wave climate has a great influence on the erosion of a beach to know that their behavior in time and space is needed to resolve the dynamics of these processes and also to carry out coastal works, rehabilitation and reconstruction Beach Grass and open ocean operations. The closure depth and seaward limit are important parameters for establishing the limits of movement of sediments. The objectives are to conduct filling the gaps of data waverider, using two statistical methods: simple regression and multiple regression. And also calculate by empirical equations the closure depth and seaward limit using the data has not been completed and the data completed. This study used data from a waverider, collected in 2007 from January to September in the northern coast of Rio Grande do Sul to the filling has been used methods of simple and multiple regression model using data from WAVEWATCH III, coming Center for Weather Forecasting and Climate Studies and the meteorological station of Tramandaí. Based on these data were calculated several statistical parameters to determine which of the methods achieved the best answer to fill the gaps. The closure depth and seaward limit were calculated using empirical formulas of Hallermeier (1981) and Birkemeier (1985) data for both unfilled and filled to the data. The results showed that multiple regression analysis showed a better filling according to statistical parameters and the values of the closure depth varied between 6.87 and 4.84 m, 6.62 m and 4.74, 6.74 and 4, 82 m for the data is not filled, simple and multiple regression, respectively, and between 30.20 and 24.80 m, 30.57 m and 25.39, 30.77 and 25.51 m for the seaward limit.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/27036
Arquivos Descrição Formato
000762184.pdf (4.543Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.