Repositório Digital

A- A A+

Impacto da orientação internacional, comprometimento e apoio à exportação sobre o desempenho das pequenas e médias empresas : um estudo das PME'S brasileiras de internacionalização rápida e tradicional

.

Impacto da orientação internacional, comprometimento e apoio à exportação sobre o desempenho das pequenas e médias empresas : um estudo das PME'S brasileiras de internacionalização rápida e tradicional

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Impacto da orientação internacional, comprometimento e apoio à exportação sobre o desempenho das pequenas e médias empresas : um estudo das PME'S brasileiras de internacionalização rápida e tradicional
Autor Machado, Marcelo André
Orientador Nique, Walter Meucci
Data 2010
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Exportação
Internacionalização de empresas
Pequenas e medias empresas
Resumo Nas últimas quatro décadas, um conjunto crescente de transformações no ambiente internacional de negócios tem demonstrado que o comportamento das empresas, em seu processo de internacionalização, vem se alterando. De um processo de envolvimento lento e gradual com mercados externos, nos últimos anos verifica-se uma aceleração deste processo, principalmente para o caso das pequenas e médias empresas (PME). Contudo, mesmo ainda não havendo um consenso teórico, muitos estudos indicam que a rápida internacionalização estaria associada a setores de alta tecnologia, de tecnologia de informação e a países mais desenvolvidos. Assim, pela importância que as PME’s representam para a economia nacional e para compreender a existência desse fenômeno no Brasil, bem como o papel do governo neste processo, a presente tese foi elaborada. A partir de uma pesquisa de campo (survey) com 540 PME’s exportadoras brasileiras de várias indústrias de manufatura, buscou-se, em um primeiro momento, validar um modelo teórico geral que explicasse o papel da orientação internacional, do comprometimento exportador, do conhecimento sobre programas de apoio à exportação e os impactos destas variáveis no desempenho exportador das PME’s brasileiras. Por fim, algumas características distintivas entre PME’s de rápida internacionalização e PME’s que apresentaram um comportamento mais lento de internacionalização foram testadas. Os resultados do estudo realizado indicam que a orientação internacional não impacta diretamente sobre o desempenho internacional, mas sugerem uma influência no comprometimento com a atividade exportadora das PME’s. Já o comprometimento exportador das empresas pesquisadas tem influência sobre o desempenho e o conhecimento de programas de apoio à exportação. Quanto às características distintivas, não houve suporte empírico para sustentar a ideia de que as PME’s de rápida internacionalização são mais orientadas internacionalmente, mais comprometidas com a exportação e conhecem mais sobre programas de apoio à exportação. Porém, essas empresas parecem usar mais programas de apoio à exportação e atuam em um escopo geográfico maior que as demais PME’s da amostra pesquisada.
Abstract In the last four decades, a growing set of transformations in the international business environment has shown that companies’s behavior on its internationalization process has changed. From a slow and gradual process of involvement with foreign markets, in recent years it is verified that there is an acceleration of this process, mainly in the case of small and medium-sized enterprises (SME). However, even that there is no theoretical consensus, many studies indicate the rapid internationalization would be associated to high technology sectors, to information technology and more developed countries. Thus, due to the importance of SME to the national economy and to understand the existence of this phenomenon in Brazil, as well as the government role in this process, this dissertation was drawn up. From a survey with 540 Brazilian exporting SME's of many manufacture industries, it was sought, at first, to valid a general theory model that could explain the role of international orientation, the exporting commitment, the knowledge about export support programs and the impact of these variables on export performance of Brazilian SME's. Finally, some distinctive characteristics between rapid internationalization SME's and SME's that showed a slower internationalization behavior were tested. The results of the study indicate the international orientation does not impact directly on the international performance, but they suggest an influence on the commitment of SME's exporting activity. On the other hand, the exporting commitment of the researched companies has influence on the performance and in the knowledge of export assistance programs. Relative to the distinctive characteristics, there was no empiric basis to support the idea that the rapid internationalization SME's are more international oriented, more committed with exporting and that they know more about export programs. However, these companies seem to use more export support programs and they act in a larger geographic scope than the other SME's from the sample.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/28681
Arquivos Descrição Formato
000772335.pdf (1.281Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.