Repositório Digital

A- A A+

Operação farroupilha : a transferência do governo estadual do Rio Grande do Sul para Passo Fundo durante os dias do golpe civil-militar de 1964

.

Operação farroupilha : a transferência do governo estadual do Rio Grande do Sul para Passo Fundo durante os dias do golpe civil-militar de 1964

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Operação farroupilha : a transferência do governo estadual do Rio Grande do Sul para Passo Fundo durante os dias do golpe civil-militar de 1964
Autor Zardo, Murilo Erpen
Orientador Gertz, René Ernaini
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Golpe militar : 1964
Passo Fundo (RS)
Rio Grande do Sul
Trabalhismo
[en] Brazilian coup of 1964
[en] Brazilian labor
[en] Brazilian political parties
[en] Ildo Meneghetti
[en] Operation farroupilha
[en] Passo Fundo
[en] Rio Grande do Sul
Resumo O objeto de estudo deste trabalho é a transferência temporária da sede do governo estadual do Rio Grande do Sul, do Palácio Piratini, em Porto Alegre, para o quartel do 2º Batalhão Policial da Brigada Militar (2º BPM), em Passo Fundo, cidade localizada na região norte deste estado, entre os dias 1º e 3 de abril de 1964, momento em que o Brasil passava por uma grave crise político-militar ocasionada pela perpetração, por parte dos setores civis e militares politicamente conservadores do país, do golpe de Estado que derrubou o governo do presidente João Goulart, instaurando no país uma ditadura que se prolongaria até meados da década de 80. O objetivo aqui pretendido foi demonstrar que esta fuga do então governador Ildo Meneghetti para o interior do estado, levada a cabo de acordo com um plano pré-estabelecido denominado “Operação Farroupilha”, teve íntima relação com a correlação de forças político-partidárias vigente em nível estadual naquele momento, a qual estava marcada por uma forte polarização entre as forças progressistas, aglomeradas em torno do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), e os setores liberais-conservadores, reunidos na Ação Democrática Popular (ADP), coligação que envolvia todos os partidos antitrabalhistas presentes no estado, e encabeçada pelo Partido Social Democrático (PSD) do governador Meneghetti. Através de uma consulta preliminar à bibliografia pertinente ao tema e a fontes históricas relacionadas ao fato estudado, tais como jornais, revistas e documentos oficiais executivos e legislativos, foi possível concluir que a grande força política com que contava o PTB na cidade de Porto Alegre obrigou o governo estadual antitrabalhista a se refugiar no interior do estado, para coordenar uma ação militar de apoio ao golpe e contra qualquer possibilidade de resistência dos partidários de João Goulart na capital estadual do Rio Grande do Sul, encontrando um firme ponto de apoio no município de Passo Fundo, cuja prefeitura estava nas mãos de uma dissidência do PTB, o Movimento Trabalhista Renovador (MTR), em coalizão com todos os partidos que compunham a ADP estadual, e que contava com um grande contingente da Brigada Militar, força policial estadual que se mantinha fiel ao governador golpista.
Abstract The object of study of this work is the temporary transference of the state government headquarters of Rio Grande do Sul, from the Piratini Palace, in Porto Alegre, to the 2nd Police Battalion of the Military Police (2º BPM) barracks, in Passo Fundo, a city located in the northern region of this state, between April 1st and 3rd, 1964. Brazil was undergoing a severe political and military crisis occasioned by a coup d‟état, executed by the politically conservative civilian and military sectors of the country, that overthrew President João Goulart‟s govermente and implemented a dictatorship that lasted until the mid-80‟s. The goal here intended was to demonstrate that this leak of then-Governor Ildo Meneghetti within the state was carried out in accordance with a pre-established plan called "Operation Farroupilha", and had a close relationship with the state prevailing political-party balance of forces at that time. It was marked by a strong polarization between the progressive forces clustered around the Brazilian Labor Party (PTB), and the liberal-conservative sectors gathered at the Popular Democratic Action (ADP), a coalition involving all anti-labor parties present in the state and headed by the Social Democratic Party (PSD) of the Governor Meneghetti. Pertinent literature and historical sources related to the fact studied, such as newspapers, magazines and official executive and legislative documents, were initially consulted. It was concluded that the major political force that PTB had in Porto Alegre made the anti-labor state government take refuge within the state in order to coordinate a military action in support of the coup and against any possibility of resistance by supporters of João Goulart in the state capital of Rio Grande do Sul. The government found a firm foothold in the city of Passo Fundo, where the city hall was in the hands of a dissident faction of the PTB, the Labor Renewal Movement (MTR). There, they were in coalition with all the parties that made up the state ADP, and counted on a large contingent of the Military Police, a state police force that remained loyal to the conservative Governor.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/29002
Arquivos Descrição Formato
000774658.pdf (615.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.