Digital Repository

A- A A+

Desenvolvimento territorial sustentável a partir dos territórios do vinho : o caso dos vinhos da campanha

DSpace/Manakin Repository

Desenvolvimento territorial sustentável a partir dos territórios do vinho : o caso dos vinhos da campanha

Show full item record

Statistics

Title Desenvolvimento territorial sustentável a partir dos territórios do vinho : o caso dos vinhos da campanha
Author Flores, Shana Sabbado
Advisor Medeiros, Rosa Maria Vieira
Date 2011
Level Master
Institution Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geografia.
Subject Campanha, Região (RS)
Desenvolvimento sustentável
Desenvolvimento territorial
Geografia regional
[en] Campanha gaúcha
[en] Geographical indications
[en] Sustainable territorial development
[en] Sustaintability
[en] Viticulture
Abstract in Portuguese O atual quadro de tensão sócio-ambiental obriga que sustentabilidade seja adotada como variável transversal em qualquer programa ou projeto. Dessa forma, o Desenvolvimento Territorial Sustentável (DTS) surge a partir da união da abordagem territorial com os princípios de sustentabilidade e evidencia a necessidade de propostas efetivas de aplicação, atendendo às especificidades do local (nos âmbitos político, social, ambiental, econômico e territorial). Tal abordagem enfatiza o desenvolvimento endógeno, pautado na valorização das potencialidades locais e na formação de Arranjos Produtivos Locais (APLs), baseado em endogeneidade, territorialidade e instituições. Dessa forma, o terroir vitivinícola é a expressão de fatores físicos e imateriais ligados a um produto, trazendo elementos da região e da cultura a ele relacionados, além de potencializar um tipo especial de turismo – o enoturismo – e assim configura os territórios do vinho. O terroir caracteriza e diferencia cada produto, conferindo-lhe uma identidade, que pode ser materializada nas Indicações Geográficas (IG’s). Assim, a pesquisa trata da constituição de territórios do vinho em um contexto de desenvolvimento territorial e sustentabilidade, tendo como objetivo geral compreender como a constituição destes territórios está relacionada aos princípios de desenvolvimento territorial sustentável, através de estudo de caso no território dos Vinhos da Campanha. A produção vitivinícola na Campanha Gaúcha é relativamente antiga, mas seu maior impulso teve início na década de 80, a partir de pesquisas que indicaram o potencial edafoclimático da região, acompanhadas de investimentos de multinacionais. Em um segundo momento de expansão, a partir do ano 2000, novos atores se apresentam: os vitivinicultores independentes e os empreendedores que constituirão suas próprias vinícolas. Aliado a isso, começa a ocorrer a nacionalização dos investimentos e um movimento de expansão de vinícolas tradicionais da Serra Gaúcha para a região da Campanha. No presente momento, além de nova aceleração nos investimentos, começa a organização e a articulação dos atores locais, que culmina na criação da Associação dos Produtores de Vinhos Finos da Campanha Gaúcha e na busca por uma Indicação Geográfica. Assim, o trabalho analisa os atores sociais que constituem esse território, seu percurso e seu posicionamento com relação às dimensões de sustentabilidade propostas, buscando elementos para elucidar se a constituição de territórios do vinho pode estar alinhada aos princípios de desenvolvimento territorial sustentável, identificando as oportunidades e barreiras nesse sentido.
Abstract The current picture of social environment tension compels that sustainability is adopted as a transversal variable in any program or project; this way, Sustainable Territorial Development (STD) appears from the union of the territorial approach with the sustainability principles and it evidences the necessity of effective application proposals, meeting the places specific needs (in the political, social, environmental, economical and territorial scope). This approach emphasizes the endogenous development, based in the in the valuation of the local potentialities and in the setting of Local Productive Arrangements (APLs), based in endogeneity, territoriality and institutions. In this way, winery terroir is the expression of physical and incorporeal factors linked to a product, bringing elements of a region and it´s culture, and it potencializes a special type of tourism - the wine tourism – therefore configuring the wine territories. Terroir characterizes and differentiates each product, conferring it an identity, which can be materialized in the Geographic Indications (IG's). Thus, this research deals with the constitution of wine territories in a context of territorial development and sustaintability, and it´s main objective is to understand how the wine territories´s constitution is related to the principles of sustainable territorial development, through the case study of the “Vinhos da Campanha”. The winemaking production in the Campanha Gaúcha is relatively old, but its bigger impulse took place in the Eighties, from researches that had indicated the edafoclimatic potential of the region, accompanied by multinational investments. At a second moment of expansion, in the year 2000, new players showed themselves: the independent winemakers and the entrepreneurs, who went on developing their own wineries. At the same time, the nationalization of investments started to occur, and the movement of expansion of the traditional wineries from the Serra Gaúcha to the Campanha Region. Actually, beyond the new investments`s acceleration, the local players starts to organize and articulate themselves, which culminates in the creation of the Association of Fine Wines Producers of the Campanha, and in the search of a Geographic Indication. Therefore this work analyses the social players that constitutes this territory, its course and position regarding the dimensions of the proposed sustainability, looking for elements to elucidate if the constitution of the wine territory can be aligned with the principles of sustainable territorial development, identifying the opportunities and barriers in this direction.
Type Dissertation
URI http://hdl.handle.net/10183/29537
Files Description Format View
000774272.pdf (8.438Mb) Texto completo Adobe PDF View/Open

This item is licensed under a Creative Commons License

This item appears in the following Collection(s)


Show full item record

Browse



  • The author is the owner of the copyrights of the documents available in this repository and is prohibited under the law, the marketing of any kind without prior authorization.
    Graphic design by Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.