Repositório Digital

A- A A+

A compreensão da metáfora em língua estrangeira

.

A compreensão da metáfora em língua estrangeira

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A compreensão da metáfora em língua estrangeira
Autor Ferreira, Luciane Corrêa
Orientador Simões, Luciene Juliano
Co-orientador Gibbs Jr., Raymond
Data 2007
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Língua estrangeira
Metáfora
Metáfora e interpretação de textos
Metáfora na linguagem
Resumo Este estudo aborda a compreensão da metáfora por aprendizes de língua estrangeira (LE) à luz da Teoria da Metáfora Conceptual. As dez metáforas utilizadas no estudo foram selecionadas a partir do inventário de metáforas conceptuais apresentado por Lakoff e Johnson (1980, 1999), assim como pelo inventário de metáforas conceptuais primárias proposto por Grady (1997a). Buscamos investigar que tipo de conhecimento os aprendizes utilizam ao tentar compreender a metáfora em LE. Para isso, examinamos como eles compreendem (GIBBS, 1994) metáforas lingüísticas sem e com o contexto. Estudamos a compreensão de cinco metáforas lingüísitcas novas (LAKOFF e TURNER, 1989) e de cinco convencionais e apresentamos dados experimentais para sustentar a hipótese de que os aprendizes acessam conhecimento conceptual ao processar uma metáfora lingüística na língua estrangeira, assim como na língua materna. A fim de verificar tal hipótese, comparamos a compreensão de dez expressões metafóricas por leitores de língua estrangeira e falantes nativos de inglês. Os aprendizes de LE responderam a parte de leitura de um teste de proficiência (TOEIC) e dois questionários de múltipla escolha que continham as dez metáforas lingüísticas. Uma das opções do teste de múltipla escolha está relacionada à metáfora conceptual correspondente. Os falantes nativos de inglês responderam três questionários que objetivaram investigar as intuições dos sujeitos referentes ao quão comum (1) e freqüente (2) são tais metáforas lingüísticas, assim como as suas intuições sobre o possível uso (3) de tais expressões. O principal objetivo aqui foi estudar o grau de convencionalidade das dez expressões metafóricas. A amostra foi composta por 221 estudantes universitários brasileiros e 16 estudantes universitários norte-americanos. Posteriormente, tais dados foram comparados aos resultados de um estudo que examinou as mesmas metáforas utilizando metodologia da lingüística de corpus. Os resultados do estudo utilizando a ferramenta WebCorp indicam que as dez expressões metafóricas são metáforas novas e apontam que o processo de compreensão, tanto na língua estrangeira como na língua materna, é fortemente influenciado pela corporeidade (GIBBS, 2006). A utilização de metodologia da lingüística de corpus como uma ferramenta auxiliar na elaboração de instrumentos de coleta de dados para pesquisa psicolingüística é considerada como a grande contribuição do presente estudo para a área.
Abstract The present study concerns the understanding of metaphors by foreign language learners. Ten linguistic metaphors were selected based on the conceptual metaphor inventory presented by Lakoff and Johnson (1980, 1999) and the primary metaphor inventory proposed by Grady (1997a). In relation to the difficulties linguistic metaphors represent for text comprehension by non-native speakers (NNS), we have investigated the type of knowledge employed by readers attempting to understand a linguistic metaphor in a foreign language. We have thereby examined the ways in which foreign language readers comprehend linguistic metaphors (GIBBS, 1994), firstly without using the context and secondly using the context. The comprehension of five novel (LAKOFF e TURNER, 1989) and five conventional metaphorical expressions has been studied, and we present experimental data to support the hypothesis that readers access conceptual knowledge when processing a linguistic metaphor in a foreign language in a similar way that they would do in their mother language. In order to achieve this goal, we have compared the comprehension of ten metaphorical expressions by foreign language readers and English native speakers. The foreign language learners answered a reading proficiency test (TOEIC) and two multiple choice questionnaires which contained the ten linguistic metaphors. One of the answer options was related to the corresponding conceptual metaphor. The English native speakers answered three questionnaires which aimed to investigate participants’ intuitions concerning the commonality (1) and frequency (2) of these metaphorical expressions, as well as their possible usage (3) of them. Our main goal here was to examine the degree of conventionality of those ten metaphorical expressions. The sample comprised 221 Brazilian undergraduate students and 16 US-American undergraduate students. We have also compared those data to the results of a study which examined the same metaphors using corpus linguistics methodology. The results of the comparison between the two experimental studies and the results of the WebCorp research have demonstrated that participants’ intuitions on linguistic data are not always a reliable source of information since participants considered some of the novel metaphorical expressions as being in frequent use. The results of the study using the tool WebCorp indicated that the ten metaphorical expressions are novel metaphors and the results have highlighted that the comprehension process in both native and foreign language is strongly influenced by embodied cognition (Gibbs, 2006). The main contribution of the present study is in the introduction of corpus linguistics methodology as a tool for the design of data collection questionnaires for psycholinguistic research.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/31044
Arquivos Descrição Formato
000593077.pdf (958.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.