Repositório Digital

A- A A+

A inserção da farmácia na residência integrada em saúde do GHC e a influência das práticas interdisciplinares na formação do residente farmacêutico

.

A inserção da farmácia na residência integrada em saúde do GHC e a influência das práticas interdisciplinares na formação do residente farmacêutico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A inserção da farmácia na residência integrada em saúde do GHC e a influência das práticas interdisciplinares na formação do residente farmacêutico
Autor Toffoli, Maria Elisa Gassen
Orientador Kopittke, Luciane
Data 2010
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Especialização em Práticas Pedagógicas para a Educação em Serviços de Saúde.
Assunto Grupo Hospitalar Conceição.
Interdisciplinaridade
Residência
Resumo O surgimento das disciplinas científicas ordenou o conhecimento de forma organizada, metódica, facilitando a compreensão dos assuntos, mas também obstruindo a visão ampla e global de como estes se integram. Assentado sobre esta estrutura disciplinar, o ensino médico estabelecido em 1910 pelo relatório Flexner, com ênfase no modelo biomédico, centrado na doença e no hospital, conduziu os programas educacionais médicos a uma visão reducionista, desconsiderando aspectos sociais e coletivos. As demais profissões da área da saúde igualmente seguiram este modelo de ensino. Movimentos intensificados a partir dos anos 1960 em todo o mundo, evidenciaram a falta de compromisso do ensino médico com a realidade e as necessidades da população, e nos anos 1980 foram desencadeados processos de reforma do setor saúde em vários países. No Brasil, ocorreu a criação do Sistema Único de Saúde, desenhado com a Constituição Brasileira de 1988, sendo seus princípios e linhas gerais de funcionamento estabelecidos no ano de 1990. Com isto, modificou-se o perfil necessário ao médico egresso da universidade, devendo ser a formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, nos diferentes níveis de atenção, voltada para ações de promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde. Paralelamente a estas mudanças, houve um crescente envolvimento de outras profissões na atenção ao paciente, uma vez que uma única disciplina é incapaz de atender a todas as necessidades do usuário, que deve ser visto de forma integral, levando-se em conta suas dimensões sociais, econômicas e culturais. A Residência Integrada em Saúde do GHC foi constituída em 2004 com a proposta de integrar diversos núcleos profissionais, seus distintos conhecimentos, as diferentes áreas de ênfase e as teorias e práticas desenvolvidas em cada campo de atuação. Com a RIS, busca-se deslocar o eixo da formação centrada na assistência individual, intra-hospitalar, para um processo de formação mais contextualizado. A RIS busca provocar a experiência de abertura recíproca e comunicação entre núcleos profissionais, constituindo um plano interdisciplinar que se impõe pela troca de saberes e pela construção coletiva de novos conhecimentos. As Diretrizes Curriculares para o Curso de Graduação em Farmácia, de 2002, estabelecem uma formação capaz de integrar o farmacêutico na equipe interdisciplinar de saúde e o desenvolvimento de habilidades e competências para atuação junto ao usuário do sistema de saúde. Estas diretrizes estão em implantação em todo o território nacional, havendo, ainda, grandes desigualdades no ensino farmacêutico. A RIS-GHC proporciona um espaço privilegiado de formação em serviço em equipes interdisciplinares, que possibilitam trocas de experiências, definições conjuntas de planos terapêuticos, abordagens com olhares variados e uma interpenetração de saberes distintos, compondo um novo saber, mais homogêneo, colaborativo e pautado na integralidade da atenção. A inserção do farmacêutico na RIS-GHC propicia inúmeras ações deste profissional na equipe interdisciplinar, tais como educação sanitária, redimensionamento das práticas farmacêuticas, atuação em grupos, elaboração de material informativo, entre outras. Neste contexto, a RIS-GHC complementa a formação farmacêutica, desenvolvendo competências e habilidades fundamentais para a atuação deste profissional no SUS.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/33306
Arquivos Descrição Formato
000760547.pdf (160.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.