Repositório Digital

A- A A+

Movimentos na educação física : por uma ética dos corpos

.

Movimentos na educação física : por uma ética dos corpos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Movimentos na educação física : por uma ética dos corpos
Autor Machado, Dagoberto de Oliveira
Orientador Ceccim, Ricardo Burg
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Corpo
Educação física
Saúde
Saúde mental
[en] Body
[en] Health education
[en] Mental health
[en] Physical education
[en] SUS
Resumo O campo do trabalho-formação, como um campo de luta para nossas práticas, ao ser permeado pela pesquisa e análise, pode nos fornecer um pouco de arejamento para as encomendas profissionais/institucionais que recebemos. Neste sentido, a presente pesquisa se inscreve nas discussões de educação física em saúde, na perspectiva de problematizar o tema do corpo no cuidado em saúde mental, a partir da minha inserção no processo de trabalho na Rede de Atenção Psicossocial de Aracaju/SE. Interessa-me, pois, as práticas em educação física, inclusive discursivas, de um saber-poder-fazer que põe em evidência o corpo. Como tem se apresentado a encomenda sobre o corpo feita aos professores de educação física nos serviços de saúde? Essa pesquisa se quer caçada por movimentos-acontecimentos no jogo das práticas cotidianas, tendo como atitude uma atenção cartográfica. Tais movimentos-acontecimentos foram registrados em sete cadernos de formação, durante o período de 2007 a 2009, sendo rastreados na busca por movimentos de re-existência de corpos. A descrição dos movimentos de encontro dos usuários com os seus corpos por meio da prática corporal da capoeira e do encontro com o mar permitiu pensar uma concepção de corpo que tem nos acontecimentos seu movimento de invenção, corpo dos corpos. Neste sentido, sinaliza-se uma educação física que acompanhe os corpos, maquinando práticas de cuidado que dêem passagem ao corpo que surge em meio ao movimento.
Abstract The field of work-formation, as a battlefield for our practices, while permeated by research and analysis, may provide some fresh air to the professional/institutional demands we get. In this sense, the present research work enrolls itself into the discussions of physical education in health, in the perspective of putting in doubt the theme of body under the care of mental health, grounded on my insertion in the process of work in the Psychosocial Attention Network of Aracaju/SE. It concerns me, therefore, the practices in physical education, including the discoursive ones, of a knowledge-power-do which puts the body into evidence. How has the demand on body been presented to the physical education teachers in public health services? This research work wants itself to be hunted by movements-happenings in the game of daily practices, having as attitude a cartographical attention. Such movements- happenings were registered in seven forrmation notebooks, during the period of 2007 to 2009, being tracked in search of body resistance movements. The description of the meeting of users with their bodies through the body practice of capoeira and their meeting with the sea allowed me to think in a conception of body which has in the happenings its invention movement, body of bodies, plotting care practices which let pass the body that emerges in the mid of movement.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/33671
Arquivos Descrição Formato
000789397.pdf (3.321Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.