Repositório Digital

A- A A+

Atividades desenvolvidas na prevenção das DST/AIDS na estratégia saúde da família : o ponto de vista dos enfermeiros, do Município de Porto Alegre, 2011

.

Atividades desenvolvidas na prevenção das DST/AIDS na estratégia saúde da família : o ponto de vista dos enfermeiros, do Município de Porto Alegre, 2011

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Atividades desenvolvidas na prevenção das DST/AIDS na estratégia saúde da família : o ponto de vista dos enfermeiros, do Município de Porto Alegre, 2011
Autor Xavier, Sandra Cristiane de Olveira
Orientador Silva, Jacqueline Oliveira
Data 2011
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Especialização em Saúde Pública.
Assunto Enfermagem
HIV
Prevenção e controle
Programa Saúde da Família
Síndrome de imunodeficiência adquirida
Resumo A prevenção, o diagnóstico e o tratamento precoce das DST/Aids, visam à interrupção da cadeia de transmissão das mesmas. O objetivo deste trabalho foi analisar as atividades de prevenção desenvolvidas às DST/Aids pelas Enfermeiras na Estratégia Saúde da Família do município de Porto Alegre. Estudo quantitativo do tipo descritivo, que teve como instrumento um questionário estruturado, constituído com base nas atividades de prevenção as DST/Aids. Observou-se que 36% das unidades não dispunham de espaço físico para realização das atividades de prevenção, todos os profissionais utilizavam o momento da realização do exame de Papanicolaou, atendimento aos adolescentes e a consulta de enfermagem para prestar assistência de prevenção, 84% dos profissionais relataram que realizavam em sua unidade testagem voluntaria para as principais DST e 92% realizavam orientação do uso de preservativo. Dos entrevistados, 48% relataram que as atividades de prevenção não eram aproveitadas pela comunidade. Este estudo evidenciou que apesar da maioria das ESF apresentarem recursos básicos para o desenvolvimento de atividades de prevenção às DST/Aids, as mesmas não são incorporadas de forma sistematizada. Há dificuldades na abordagem de temas relacionados à sexualidade e sobrecarga de atividades por parte dos profissionais e, falta de interesse da população sobre o tema. Limitando o potencial de prevenção da ESF.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/34055
Arquivos Descrição Formato
000790202.pdf (901.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.