Repositório Digital

A- A A+

Educação musical infantil e criatividade : um estudo comparativo

.

Educação musical infantil e criatividade : um estudo comparativo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Educação musical infantil e criatividade : um estudo comparativo
Autor Carneiro, Júlio César Rodrigues
Orientador Beyer, Esther Sulzbacher Wondracek
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Criança
Criatividade
Educação musical
[en] Children
[en] Creativity
[en] Musical education
Resumo A criatividade é um estudo que vem despertando a curiosidade de pesquisadores nos dias de hoje. Tendo seu início nos anos 50, desde então as investigações não pararam mais. O grande desafio deste trabalho resume-se na possibilidade de investigarmos as condições facilitadoras da criatividade, além dos meios para medi-la buscando resultados preditivos. A moderna teoria da criatividade, assim como este trabalho, aceita que este fenômeno é melhor compreendido dentro de um enfoque multidimensional incluindo vários fatores contribuintes para a sua manifestação (LUBART, 2007). Este estudo tem como objetivo realizar uma investigação comparativa para avaliar a performance da criatividade em crianças que participaram do projeto “Música para Bebês/ UFRGS” (dos 3 aos 24 meses) em 2002 e crianças sem educação musical formal aos 7 anos de idade. Participaram desta amostra dois grupos distintos em crianças de 7 anos. Participaram desta pesquisa 16 crianças em seu total, sendo um grupo com educação musical/UFRGS- música para bebês (dos 3 meses aos 24 meses: n=8; 4M/4F) e um grupo sem educação musical formal (N=8; 4M/4F) nas mesmas condições de idades e escolarização. Foi criado um instrumento de medida a partir do teste de Teste das Fábulas e também inspirado na idéia dos testes divergentes de Guilford (1950). O levantamento dos resultados seguiram critérios muito próximos dos testes de Torrance (2004), versão brasileira adaptado por Wechsler – Pensando Criativamente com Figuras e Pensando Criativamente com Palavras. A razão para a construção de um instrumento novo se deu pelo fato de não existir, até o presente momento, um teste de criatividade que contemplassem as idades das crianças pesquisadas neste estudo. Para análises estatísticas foram utilizadas: Teste t de Student, Correlação de Pearson e ANOVA. Software utilizado: SPSS 13, e Excel 2007. Os resultados demonstraram que as crianças com educação musical/UFRGS, apresentaram médias superiores em todos os itens de criatividade. Obtiveram, igualmente mais respostas com uso de metáforas, nos “títulos expressivos”. No escopo geral dos resultados, as crianças com educação musical/UFRGS tiveram performances superiores tanto em quantidade quanto em qualidade de resposta.
Abstract The creativity research has been calling the attention of many researchers until these days. It started in the 50s, since then, the investigations haven’t stopped. The greatest challenge is summarized in the possibilities of investigating the facilitator conditions of creativity besides the means to measure it aiming predictive results. The modern theory of creativity accepts the fact that this phenomenon is better understood in the multidimensional approach including many factors contributing for its manifestation (Lubart, 2007). This research aimed a comparative investigation in two distinct groups in 7 year old children. 16 children made part of this research divided in two groups: One with musical education/UFGRS- music for children (from 3 to 24 months of birth: n=8; 4M/4F) and the other groups without formal musical education (N=8; 4M/4F) in the same age conditions and scholarship. The measurement instrument was elaborated from the Testes of Fábulas and also based on the ideas of the Guilford’s divergent tests. The results followed criteria similar to Torrance’s tests, Brazilian version adapted by Wechsler – Thinking Creatively With Pictures and Thinking Creatively With Words. The reason for the construction of a new instrument occurred by the fact of not existing one, until the present moment, a creativity test to contemplate the ages of the analyzed children in this study. The tests t de Student and, Person’s correlation and ANOVA were needed for the statistics analyzes. Software used: SPSS 13, and EXCEL 2007. The results showed that the children with musical education/ UFRGS had better average in all items of creativity. They also had more response with metaphor usage, in theirs expressive titles. In short, children with musical education/UFRGS had better performance in either quantity or quality in their feedback.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/34147
Arquivos Descrição Formato
000791681.pdf (1.869Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.