Repositório Digital

A- A A+

Reservatórios domiciliares em Porto Alegre: análise das características da qualidade da água

.

Reservatórios domiciliares em Porto Alegre: análise das características da qualidade da água

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Reservatórios domiciliares em Porto Alegre: análise das características da qualidade da água
Autor Aragão, Flávia Ilha de
Orientador Castro, Carmen Maria Barros de
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Hábitos domiciliares e manutenção inadequada dos reservatórios domésticos podem alterar a qualidade da água de consumo humano, podendo afetar a saúde de seus consumidores. Este trabalho apresenta uma verificação da conservação das características de qualidade da água distribuída pelo DMAE na cidade de Porto Alegre/RS. Essa verificação foi realizada através de coletas de amostras de água dos reservatórios domiciliares em bairros economicamente contrastantes. Inicialmente, fez-se necessária, a definição dos índices que compõem o padrão de potabilidade brasileira – regido Portaria n. 518 do Ministério da Saúde, de 25 de março de 2004 - e, também, as normas construtivas e de manutenção dos reservatórios domiciliares. A seleção dos bairros utilizou como parâmetro o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), que considera a renda média, escolaridade e expectativa de vida para atribuir uma nota, mas a escolha das edificações ocorreu de forma aleatória. Simultaneamente, foram aplicados questionários aos os síndicos para determinação de suas características sócio-culturais e hábitos higiênicos, buscando estabelecer alguma relação entre nível econômico e conhecimento sobre a qualidade da água consumida e necessidade de manutenção dos reservatórios. Após a coleta das amostras de água, foram realizadas análises das características físicas, biológicas e químicas em laboratório e, posteriormente, se realizou a comparação dos resultados obtidos com os divulgados mensalmente pelo DMAE. Este estudo mostrou que apesar da deterioração dos parâmetros de qualidade ter sido mais acentuada no bairro com IDH mais baixo, também ocorreu em menor quantidade no bairro com alto IDH. Ainda se observou que, apesar dos entrevistados conhecerem a finalidade dos reservatórios domiciliares e a importância da limpeza periódica desses equipamentos, não há a manutenção necessária dos reservatórios. Além disso, apesar dos entrevistados considerarem a água distribuída pelo DMAE boa, a falta de confiança na qualidade da água recebida e o desconhecimento da legislação sobre qualidade da água para consumo humano, leva os cidadãos a buscar diferentes formas de água para beber, como água envasada ou filtrada.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/34402
Arquivos Descrição Formato
000789697.pdf (5.306Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.