Repositório Digital

A- A A+

Efeito do peso ao nascer e do tamanho da leitegada ao nascimento no desempenho de fêmeas puras Landrace até a puberdade

.

Efeito do peso ao nascer e do tamanho da leitegada ao nascimento no desempenho de fêmeas puras Landrace até a puberdade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito do peso ao nascer e do tamanho da leitegada ao nascimento no desempenho de fêmeas puras Landrace até a puberdade
Outro título Effectofbirth weightandlitter size of femalepurelandrace ontheir performanceuntil puberty
Autor Almeida, Mirian de
Orientador Wentz, Ivo
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Desempenho animal
Leitegada
Peso ao nascer
Puberdade
Seleção
Suinos : Landrace
[en] Birth weight
[en] Litter size
[en] Mortality
[en] Puberty
[en] Selection
Resumo O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do tamanho da leitegada na qual as leitoas nasceram e do peso individual ao nascer sobre a mortalidade e descarte até o momento da seleção e sobre a ocorrência da puberdade. Foram avaliadas 1525 leitoas Landrace identificadas e pesadas até 18 h após o nascimento. As fêmeas foram também pesadas ao desmame (n=1379), na saída da creche (n=1198) e na saída da recria (n=940). Foram criadas três classes de tamanho da leitegada: Pequena (7 a 11 leitões); Média (12 a 13 leitões) e Grande (14 a 19 leitões). As leitoas avaliadas foram também analisadas em três classes, de acordo com o peso ao nascimento: Leves (530-1200 g); Médias (1205-1600 g) e Pesadas (1605-2535 g). O risco de morte na maternidade foi maior (P<0,05) nas leitoas Leves de leitegadas Médias e Grandes, em comparação às leitoas Pesadas, mas não nas leitegadas Pequenas. Foi observado aumento de Ganho de Peso Diário (GPD) e de peso (P<0,05), de acordo com o aumento de peso ao nascimento, nas diversas medidas efetuadas do nascimento até a seleção. O risco de morte na maternidade foi maior ou tendeu a ser maior para leitoas Leves de leitegadas Médias (P<0,05) e de leitegadas Grandes (P= 0,079), em comparação às leitoas Leves de leitegadas Pequenas. Não houve efeito (P>0,05) do peso ao nascimento ou do tamanho da leitegada nos percentuais de leitoas que morreram ou foram descartadas nas fases de creche e recria, no percentual de leitoas aprovadas na seleção e no percentual de leitoas em anestro até 30 dias após o estímulo com o macho. O risco de não chegar até a seleção foi maior (P<0,085) nas leitoas Leves do que nas Pesadas, em todos as classes de tamanho da leitegada. Leitoas Leves tiveram maior idade de estímulo com macho (IEM) e menor intervalo macho-puberdade (IMP) do que fêmeas Pesadas (P<0,05), mas não houve efeito do peso ao nascimento na idade à puberdade (P>0,05). Os resultados mostram que o peso ao nascimento é mais importante do que o tamanho da leitegada de origem da leitoa em termos de sobrevivência até o desmame, ganho de peso e retenção no plantel até a fase de seleção.
Abstract The aim of this study was to evaluate the effect of litter size in which gilts were born and of their individual birth weight on mortality and cullingof these gilts until the moment of selection and on occurrence of puberty. The study evaluated 1525 landrace gilts, identified and weighted until 18 hours after birth. The gilts were also weighed on weaning (n=1379), nursery ending (n=1198) and rearing ending (n=940). Three classes of litter size were created: Small (7-11 piglets), Medium (12-13 piglets) and Large (14-19 piglets). Evaluated giltswere also divided into three other classes according to birth weight: Light (530-1200 g), Medium (1205-1600 g) and Heavy (1605-2535 g). The risk of death in maternity was higher (P<0,05) in Lightweight gilts from Medium and Large litters compared to Heavy ones, but not in gilts from Small litters. It was observed an increasing of ADG (Average Daily Gain) and weight (P<0,05), according to the increasing of birth weight, from birth to selection. The risk of death in maternity was also higher or tended to be higher in Lightweight gilts from Medium (P<0,05) and Large (P=0,079) litters compared to those from Small ones. There was no effect of birth weight or litter size on the percentage of dead or culling gilts at nursery and rearing, on the percentage of selected gilts and on the percentage of gilts in anestrous until 30 days after stimulation with a male. The risk of not reaching the selection was higher (P<0,085) in Lightweight gilts than in Heavy ones, in all litter size classes. Lightweight gilts had higher ASM (Age of Stimulus with a Male) and lower MPI (Male-Puberty Interval) compared to Heavy ones (P<0,05), but there was no effect of birth weight on puberty age (P<0,05). The results show that birth weight is more important than the litter size in which the gilt was born in terms of survival until weaning, weight gain and permanence in the herd until selection.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/34651
Arquivos Descrição Formato
000792435.pdf (463.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.