Repositório Digital

A- A A+

O processo de aquisição da escrita por crianças não alfabetizadas e a aquisição da escrita pela humanidade

.

O processo de aquisição da escrita por crianças não alfabetizadas e a aquisição da escrita pela humanidade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O processo de aquisição da escrita por crianças não alfabetizadas e a aquisição da escrita pela humanidade
Autor Coelho, Cristina
Orientador Comerlato, Denise Maria
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Ensino a Distância: Licenciatura.
Assunto Alfabetização
Escrita
História
Psicogênese
Resumo A história da escrita e a construção/ aquisição da mesma por crianças tem sido tema de inúmeras pesquisas e tem recebido um olhar muito especial. A escrita foi um dos principais instrumentos para a grande evolução da humanidade; e surgiu devido, principalmente, à necessidade de comunicação e registro mnemônico de povos da antiguidade. Diante da realidade atual da escrita e sua aprendizagem e considerando seu contexto histórico, o presente estudo tem a intenção de fazer um paralelo entre o processo de invenção da escrita na história e o processo de aquisição da escrita pelas crianças ainda não alfabetizadas. Para estabelecer algumas relações entre os dois processos, utilizou-se as perspectivas dos estudos históricos da escrita, principalmente embasado no pensamento de Gelb (1996), e a da psicogênese da língua escrita com Ferreiro e Teberosky (1999). As reflexões, a elaboração e a construção desse trabalho são resultantes da arquitetura pedagógica Como a escrita foi inventada? construída durante o estágio supervisionado do Curso de Licenciatura de Pedagogia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, modalidade EAD. Para o desenvolvimento da proposta junto às crianças, foi vivenciado com um grupo do 1º ano do ensino fundamental muitos dos processos históricos pelos quais a escrita passou, desde sua origem. A proposta foi desenvolvida de forma lúdica, investigativa e também científica, com a construção de hipóteses e sua negação ou comprovação. Essa pesquisa, na forma de um estudo de caso, permitiu observar que existem semelhanças entre a construção histórica da língua escrita e o processo de aquisição realizado pelas crianças em processo de alfabetização, mas isso não significa uma mera repetição. Esses paralelos revelam os grandes obstáculos conceituais da língua escrita que foram ultrapassados pela humanidade e que, no processo de alfabetização, devem ser reconstruídos também pelo sujeito.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/35694
Arquivos Descrição Formato
000795003.pdf (2.015Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.