Repositório Digital

A- A A+

Interface planta-animal em função da intensidade de aplicação de insumos em pastagem natural

.

Interface planta-animal em função da intensidade de aplicação de insumos em pastagem natural

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Interface planta-animal em função da intensidade de aplicação de insumos em pastagem natural
Outro título Plant - animal interface in relation to the intensity of input’s application in natural grasslands
Autor Elejalde, Denise Adelaide Gomes
Orientador Nabinger, Carlos
Data 2011
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Pastagem natural
Planta forrageira
Produção animal
[en] Andropogon lateralis
[en] Crude protein
[en] Diurnal grazing time
[en] Lolium multiflorum
[en] Phytosociological
[en] Total digestible nutrients
Resumo O trabalho foi conduzido na região da Campanha do RS, no município de Quaraí, com objetivo de avaliar a composição florística e bromatológica de pastagem natural submetida ou não à utilização de insumos, e os reflexos sobre o comportamento ingestivo e desempenho animal. Os tratamentos foram pastagem natural (PN), pastagem natural adubada (PNA) e melhorada com adubação + sobressemeadura de espécies hibernais (PNM). O delineamento experimental foi blocos ao acaso, com três repetições, sendo os dados submetidos à análise de variância considerando as estações do ano como medidas repetidas no tempo. Os dados florísticos foram submetidos à análise multivariada. Foram utilizados novilhos da raça Angus em fase de terminação. O estudo da vegetação revelou grande riqueza florística, representada por 264 espécies distribuídas em 161 gêneros e 48 famílias. As famílias mais ricas em contribuição de espécies foram Poaceae, Asteraceae e Cyperaceae com 48, 15 e 13 espécies, respectivamente. Entre as espécies com mais de 1% de valor de importância, 13 eram estivais e dez hibernais, demonstrando um grande equilíbrio entre essas. A maior digestibilidade da forragem dos tratamentos melhorados no inverno e primavera justificou-se pela contribuição em valor de importância nestas épocas, das espécies nativas Andropogon lateralis Nees, Stipa setigera J. Presl, Piptochaetium stipoides (Trin. & Ruprecht.) Hackel var. stipoides, Paspalum notatum Alain, Mnesithea selloana (Hack.) Koning & Sosef, Briza subaristata Lam., Paspalum dilatatum Poir. e da espécie hibernal exótica Lolium multiflorum Lam. A relação entre o tempo de permanência e tempo de pastejo nas áreas de vegetação é de 73,6; 74,7; 34,0 e 51,5%, para Várzea úmida, Várzea seca + Encosta, Sombra e Topo, respectivamente. As variáveis FDNcp, relação NDT:PB, DIVMO e MS da composição química da forragem aparentemente consumida pelos animais explicaram 80% do ganho médio diário. A utilização da adubação ou sua associação com introdução de espécies proporcionam maior contribuição de espécies hibernais no período inverno-primavera em pastagem natural, contribuindo para uma melhor distribuição estacional da produção de forragem. As estações do ano têm marcada influência sobre a composição química da forragem, podendo ser parcialmente estabilizada pelo uso de insumos, notadamente a fertilização, pelo seu efeito na participação de espécies hibernais. Nesse tipo fisionômico de pastagem natural, o repertório de atividades de comportamento ingestivo de novilhos de corte em pastagem natural não é modificado pelos níveis de insumos aplicados.
Abstract This work was conducted in Quaraí, Campanha region of Rio Grande do Sul, Brazil, with the aim to evaluate the floristic and chemical composition of natural grassland submitted to the application of inputs, and effects on ingestive behavior and animal production. Treatments were natural grassland (PN), natural grassland fertilized (PNA) and improved natural grassland with fertilization and over seeding of cool season species (PNM). The experimental design was a randomized complete blocks with three replicates. Data were submitted to analyses of variance considering seasons of the year as repeated measurements on time. The floristic data were submitted to multivariate analysis. Aberddeen Angus steers in finishing phase were used. The vegetation study showed high floristic diversity, with 264 plant species distributed in 161 genera and 48 families. The families with higher contribution of species were Poaceae, Asteraceae and Cyperaceae with 48, 15 and 13 plant species, respectively. Considering species with more than 1% of importance value, 13 and ten were warm and cool season plants, respectively, what show a high equilibrium between them. The higher forage digestibility of the improved treatments on winter and spring was justified by the contribution in importance value of natural species as Andropogon lateralis Nees, Stipa setigera J. Presl, Piptochaetium stipoides (Trin. & Ruprecht.) Hackel var. stipoides, Paspalum notatum Alain, Mnesithea selloana (Hack.) Koning & Sosef, Briza subaristata Lam., Paspalum dilatatum Poir. and of the cool season specie Lolium multiflorum Lam. The relation between the permanence time and grazing time on vegetation areas was 73.6; 74.7; 34.0 and 51.5% to wet lowland, dry lowland + downhill, shadow and top, respectively. Variables NDFap, relation TDN:CP, IVOMD and DM of chemical composition of forage apparently intaked by animals explained 80% of average daily gain. The fertilization or its association with the specie‟s over sowing provided bigger contribution of cool season species in natural grasslands, contributing to a better seasonal distribution of forage production. Seasons influences markedly chemical composition of forage, which could be partially stabilized by using inputs, as fertilization, by its effect on the increase of cool season species. In these natural grasslands beef steers‟ activities of ingestive behavior were not modified by the applied input levels.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/36021
Arquivos Descrição Formato
000817104.pdf (3.849Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.