Repositório Digital

A- A A+

Aborto em bovinos principais causas infecciosas

.

Aborto em bovinos principais causas infecciosas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Aborto em bovinos principais causas infecciosas
Autor Juffo, Gregory Duarte
Orientador Driemeier, David
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Medicina Veterinária.
Assunto Aborto animal : Bovinos
Neospora caninum
Protozoários
[en] Abortion
[en] Diagnosis
[en] Neospora caninum
[en] Protozoan
Resumo O aborto causa maior impacto entre as varias enfermidades reprodutivas que acometem os bovinos. Os prejuízos causados pelas doenças da reprodução são: alteração nos índices de natalidade, taxa de prenhez, retorno ao cio, natimortos, e a morte do feto. Aborto refere-se à expulsão de um feto vivo ou morto do útero entre 42 dias até aproximadamente 280 dias de gestação, quando este é incapaz de exercer uma vida independente em um ambiente extra-uterino. Somente 30% a 40% dos fetos bovinos abortados apresentam diagnóstico etiológico definitivo em virtude das múltiplas causas envolvidas. Pode-se dividir abortos de causa infecciosa em quatro grandes grupos: abortos causado por protozoários, bactérias, vírus e fungos. Dentro de cada grupo existe os agentes que apresentam maior prevalência nos casos de abortos bovinos como, Neospora caninum, Brucela abortus, Leptospira spp. Campylobacter spp., BVDV e IBR/IPV, Aspergillus sp. Estudos indicam que Neospora caninum é uma das principais causas de aborto em rebanhos bovinos no mundo. A obtenção do sucesso no diagnóstico de aborto depende de alguns fatores. O envio de fetos abortados, juntamente com a placenta, a realização de necropsia, incluindo coleta adequada de materiais e a execução de exames histopatológicos, microbiológicos, imunohistoquímicos, sorológicos e micológicos compõem o conjunto de métodos necessários para a obtenção do diagnóstico de causas de aborto.
Abstract Abortion greater impact among the various reproductive diseases that affect cattle. The damage caused by reproductive diseases are: changes in birth rates, pregnancy rate, return to oestrus, stillbirths, and fetal death. Abortion refers to the expulsion of a fetus from the womb alive or dead from 42 days to about 280 days of gestation, when it is unable to exert an independent life in an extrauterine environment. Only 30% to 40% of aborted fetuses have etiologic diagnosis because of the multiple causes involved. One can divide infectious cause of abortion in four major groups: Abortions caused by protozoa, bacteria, viruses and fungi. Within each group there are agents that have a higher prevalence of abortions in cases like cattle, Neospora caninum, Brucella abortus, Leptospira spp. Campylobacter spp. BVDV and IBR / IPV, Aspergillus sp. Studies indicate that Neospora caninum is a major cause of abortion in cattle worldwide. Achieving success in the diagnosis of abortion depends on several factors. The sending of aborted fetuses, along with the placenta, conducting autopsies, including proper collection of materials and execution of histopathologic, microbiologic, immunohistochemical, serological and mycological comprise the set of methods necessary to obtain the diagnosis of causes of abortion.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/39020
Arquivos Descrição Formato
000792782.pdf (231.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.