Repositório Digital

A- A A+

Eventos adversos em projetos de pesquisa farmacológica : incidência dos relatos de eventos adversos relacionados aos riscos gastrintestinais mais citados nos protocolos de pesquisa

.

Eventos adversos em projetos de pesquisa farmacológica : incidência dos relatos de eventos adversos relacionados aos riscos gastrintestinais mais citados nos protocolos de pesquisa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Eventos adversos em projetos de pesquisa farmacológica : incidência dos relatos de eventos adversos relacionados aos riscos gastrintestinais mais citados nos protocolos de pesquisa
Autor Pedroso, Ana Paula da Silva
Orientador Goldim, José Roberto
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Efeitos adversos
Ética em pesquisa
Farmacologia
Fatores de risco
[en] Adverse effects
[en] Pharmacological research
[en] Research ethics
[en] Risk
Resumo Introdução: A pesquisa na área farmacológica envolvendo seres humanos é fundamental para a geração de novos conhecimentos, com a finalidade de trazer benefícios na assistência, porém apresenta riscos associados. Conforme o Manual para Boas Práticas em Pesquisa Clínica (GCP), Evento Adverso (EA) é “qualquer ocorrência médica inconveniente, sofrida pelo participante da pesquisa ou sujeito em investigação clínica com fármacos e que não possui, necessariamente, uma relação causal com este tratamento”. Objetivo: Verificar a incidência de Eventos Adversos (EAs) relacionados aos riscos gastroenterológicos mais citados em protocolos de pesquisa farmacológica. Métodos: Trata-se de um estudo de casos incidentes (coorte não-controlada). O fator em estudo foi o conjunto dos eventos adversos gastrintestinais (EA-GI) relatados. Foram avaliados os relatos de eventos adversos comunicados ao Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital de Clínicas de Porto Alegre no período de janeiro a dezembro de 2010. Nos últimos doze meses foram monitorados 110 diferentes projetos de pesquisa farmacológica com um acumulado de 8179 relatos de eventos adversos avaliados. Resultados: Da amostra de 26 diferentes projetos envolvidos ao longo de 2010 (jan-dez), foram relatados 63 ocorrências de EA-GI. Os EA-GI mais frequentes foram náusea/vômitos com 21 (33,3%) das ocorrências; outras dores abdominais e as não especificadasl com 12 (19%); alteração do hábito intestinal com dez (15,9%) das ocorrências; elevação das enzimas hepáticas com nove (14,3%) e os demais EA-GI com 17, 5%. Estes EA-GI comparativamente aos riscos descritos não estavam adequadamente descritos nos documentos dos protocolos de pesquisa. Conclusão: As presentes conclusões evidenciam a necessidade de uma avaliação criteriosa dos Comitês de Ética em Pesquisa com relação à documentação dos protocolos de pesquisa a serem avaliados e dos relatos de eventos adversos a serem monitorados. O conjunto destas avaliações - prévia e continuada - devem sempre buscar a proteção adequada dos participantes dos projetos de pesquisa.
Abstract Background: Human pharmacological research is essential for the generation of new knowledge in order to generate benefits in health care, but risks are associated. According to the Handbook for Good Clinical Practice (GCP), Adverse Event (AE) is "any untoward medical occurrence inconveniences suffered by the participant or subject of research in clinical research with drugs and do not necessarily have a causal relationship with this treatment ". Objective: To determine the incidence of adverse events (AEs) related to the most cited gastroenterological risks in pharmacological research protocols. Methods: An incident cases study (non-controlled cohort) was performed. The factor under study was the set of GI adverse events (AE-GI) reported. We assessed reports of adverse events reported to the Hospital de Clinicas de Porto Alegre Research Ethics Committee from January to December 2010. In the last twelve months have been monitored more than 110 different pharmacological research projects with a cumulative 8,179 adverse event reports evaluated (3). Results: The sample involved 26 different projects in 2010 (Jan-Dec), 63 occurrences were reported as EA-GI. The EA-GI were more frequent nausea / vomiting 21 (33.3%) of cases, abdominal pain with 12 (19%), diarrhea with ten (15.9%) of cases, elevated liver enzymes with nine (14 3%) and other GI with EA-17, 5%. The reports occurred in other associated centers totaling 87.3% and 12.7% at HCPA. Conclusion: These findings highlight the need for a careful evaluation of the Research Ethics Committee specially when documents of research protocols were evaluated and when adverse events reports were monitored. All these evaluations - prior and ongoing - should always seek appropriate protection of participants in research projects.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/39658
Arquivos Descrição Formato
000826024.pdf (765.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.